Residência para estudantes em Viseu poderá avançar após prospeções arqueológicas

O processo de criação de uma residência para 52 estudantes do ensino superior no centro da cidade de Viseu poderá avançar, depois de atrasos devido à necessidade de prospeções arqueológicas, disse hoje o presidente da Câmara, Fernando Ruas.

“Já está ultrapassado o problema com a arqueologia e não haverá qualquer impedimento”, afirmou Fernando Ruas (PSD), durante a reunião pública do executivo camarário, depois de o vereador socialista João Azevedo o ter questionado sobre a obra prevista para a Rua do Gonçalinho.

A residência de estudantes, que integra o Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES) e conta com um apoio de cerca de 1,7 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), deverá ficar concluída até ao final de dezembro de 2024.

No final da reunião, Fernando Ruas explicou aos jornalistas que a obra “ainda não foi adjudicada”, mas “já tem o impedimento maior resolvido”, ou seja, os trabalhos arqueológicos.

“Está tudo pronto. Na última reunião com a SRU (Sociedade de Reabilitação Urbana) foi-me dito que tiveram uma reunião em Coimbra e que o problema da arqueologia está todo resolvido. Portanto, agora é voltar à velocidade cruzeiro”, frisou.

O autarca sublinhou a importância desta obra, que permitirá à autarquia cumprir três objetivos: “atrair gente para a zona histórica, requalificar espaços que estavam em mau estado” e arranjar mais possibilidades de alojamento para os estudantes do ensino superior.

Na terça-feira, a ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, garantiu que, até ao final de 2026, haverá mais 15 mil camas para estudantes, graças ao financiamento do PRR.

“Estamos neste momento, no âmbito do PRR, a construir mais 15 mil camas, no equivalente a mais, pelo menos, 86 residências novas, e esperamos ter esse processo todo concluído até ao final de 2026”, afirmou aos jornalistas, após uma visita às obras da futura residência de estudantes de Lamego, no distrito de Viseu.

Fernando Ruas disse também aos jornalistas que está a ser finalizado o regulamento para o funcionamento do Mercado 02 de Maio, no centro da cidade, cujas obras estão a terminar.

Reiterando a intenção de instalar uma “praça da restauração” naquele espaço, o autarca explicou que é preciso que o regulamento contemple aspetos como, por exemplo, quem ficará com a responsabilidade da vigilância e da limpeza.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
2
pexels-los-muertos-crew-8460033 (1)
Bloco de Esquerda questiona Governo sobre fecho de urgências pediátricas em Viseu
3
Eventos_CMM
Eventos culturais e gastronómicos "para todos" até agosto em Mangualde
4
tondela
Treinador Sérgio Gaminha de saída do Tondela

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Académico_de_Viseu
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu