Mangualde celebra 25 de abril com programação especial

1007

Para celebrar 49 anos de democracia, o Município de Mangualde, como é habitual, irá assinalar o dia 25 de Abril com um conjunto de atividades culturais. O programa de iniciativas tem início a 15 de abril e engloba uma exposição, uma tertúlia e um espetáculo poético-musical, que permitirá aos munícipes assinalarem a festa da liberdade, manifestando gratidão por todos os que combateram a ditadura e permitiram o sonho da liberdade e da democracia, do pensamento crítico, da tolerância e da diversidade plural.

O programa tem início marcado para o dia 15 de abril, com a abertura da Exposição “O Golpe Militar de 25 de abril de 1974”, pelas 17h30, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves. A mostra pertence à Associação 25 de abril, sendo composta por um conjunto de 12 telas, com imagens e textos que retratam a sequência dos principais momentos de abril que levaram à queda do regime, à proclamação do Movimento das Forças Armadas e da Junta de Libertação dos presos políticos, incluindo o primeiro comunicado do Posto das Forças Armadas.

A exposição ficará patente na Biblioteca Municipal de Mangualde até 3 de maio de 2023. Os interessados em visitar a exposição podem fazê-lo dentro do horário de funcionamento da Biblioteca Municipal. A mostra é de entrada livre.

No mesmo dia, pelas 18h00, segue-se uma tertúlia sobre o 25 de abril, que contará com os Capitães de abril Vasco Lourenço, Aprígio Ramalho e António Luís Ferreira Amaral, sendo os primeiros, Presidente e Vice-Presidente, respetivamente, da Associação 25 de abril, que tiveram um papel ativo na Revolução de abril. Esta iniciativa terá lugar na Biblioteca Municipal e é de entrada livre.

Para celebrar o dia 25 de abril, a Orquestra Mais Música de Mangualde irá protagonizar o “Concerto pela Liberdade”, pelas 16 horas, no Largo Dr. Couto. De salientar que, caso as condições climatéricas sejam desfavoráveis, o concerto será realizado no Auditório da Biblioteca Municipal.

28 de abril terá lugar o espetáculo poético-musical “Mulheres de Abril”, produzido pela Associação Trovas e Madrigais. A iniciativa acontece pelas 21h30, na Biblioteca Municipal.

O espetáculo foi criado para celebrar uma data ímpar da história de Portugal: o 25 de abril de 1974, a Revolução dos Cravos, e visa enquadrar e dar relevo ao papel da Mulher na luta pela liberdade dado que, no espaço mediático a que esta data se refere, a sua presença e participação acaba por raramente ser mencionada, muitas vezes esquecida.

A participação na iniciativa é gratuita, mas com lotação limitada, pelo que a aquisição de bilhetes é obrigatória. Os interessados podem reservar os bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião, ou através do contacto telefónico 232 619 889.