Hospital de Viseu aumenta camas na unidade de cuidados intensivos

315

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) aumentou seis camas na unidade de cuidados intensivos, devido ao aumento de número de doentes com covid-19, foi hoje anunciado.

“A unidade de cuidados intensivos passou de 16 camas para 22, sendo 18 destinadas a doentes covid-19. Atualmente, com covid, estão 17 doentes nos cuidados intensivos e 229 em enfermaria, num total de 246 internamentos no CHTV”, explicita uma nota de imprensa.

A juntar a estes números do CHTV, “há mais 10 doentes na Estrutura de Apoio de Retaguarda e Hospital de Campanha, no Fontelo”, em Viseu, que começou a receber os primeiros doentes na segunda-feira.

Entre os profissionais de saúde, “há registo de 96 profissionais infetados”, um número que não contabiliza os que se encontram em isolamento profilático devido a contacto com pessoas infetadas.

“O cenário é difícil e transversal ao que acontece noutros pontos do país, deparamo-nos com uma pressão nos hospitais portugueses. O Centro Hospitalar Tondela-Viseu está constantemente a preparar e a estudar formas de reforçar a capacidade do hospital”, refere.

Neste sentido, a administração hospitalar adianta que, “na última semana, contratou 17 enfermeiros e 15 assistentes operacionais, que vão integrar as áreas covid e outros serviços mais necessitados”.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.058.226 mortos resultantes de mais de 96,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.465 pessoas dos 581.605 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.