Municípios do Baixo Tâmega reivindicam ao Governo descontos na A4

A Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT) reivindica ao Governo descontos nas portagens da Autoestrada 4 (A4), como “medida de discriminação positiva”, de acordo com um ofício enviado à ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

“Tendo em conta que a proposta de Orçamento de Estado pede autorização ao parlamento para favorecer a promoção do investimento nas regiões de baixa densidade, vem a Associação de Municípios do Baixo Tâmega sensibilizar V/ Exa. e o Governo para a necessidade imperiosa de alargar a toda a extensão da A4 os descontos nas portagens para residentes e visitantes”, lê-se no ofício hoje divulgado pelos municípios.

Segundo a missiva da AMBT, associação que compreende as câmaras de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canaveses e Resende, impõe-se “sensibilizar” o Governo “para a importância da inclusão deste território na definição do novo modelo das portagens para o interior do país, em preparação, com descontos para quem vive, trabalha e visita estes territórios”.

“A região do Baixo Tâmega, com uma população residente de cerca de 160.000 habitantes, é na sua maioria território de baixa densidade. Embora situada a poucos quilómetros da Área Metropolitana do Porto, [a região] apresenta, face à média nacional e do norte de Portugal, indicadores negativos, pelo que medidas de discriminação positiva para este território terão sempre um efeito positivo para o seu desejado progresso”, lê-se na carta.

Assinala-se também que, naqueles concelhos, “para que os seus residentes tenham acesso a diferentes serviços e/ou equipamentos subsistem ainda demasiados custos associados à interioridade, como é, por exemplo, o acesso aos hospitais de Penafiel ou do Porto, a serviços descentralizados, ou mesmo a serviços culturais e de lazer localizados nos grandes centros urbanos”.

Para a AMBT, “não menos importantes são os custos de contexto das empresas localizadas nestes territórios e que, na sua relação com clientes externos, são penalizados diariamente com os custos nas portagens”.

Para aqueles municípios, “os pressupostos da Portaria 328-A/2018, de 19 de dezembro continuam a ser um instrumento importante, mas com as devidas alterações, como a inclusão de todo o traçado da A4, colocando desta forma a região em pé de igualdade com os utilizadores, por exemplo, da A28, uma vez que esta infraestrutura termina no Porto, tal como a A4”.

A AMBT defende, também, “o alargamento a todos os veículos sem exceção, através dos descontos de quantidade e descontos nos dias de descanso”.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
Rossio Viseu
Prejuízo de 1,5 ME nos transportes públicos leva Câmara de Viseu a abrir concurso
3
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu