Lamego acolheu jornada final do Grande Prémio Douro Internacional

299

Maurício Moreira (Efapel) sagrou-se como o vencedor do Grande Prémio Douro Internacional que terminou este domingo, ao fim de mais de 500 quilómetros, na cidade de Lamego. O argentino Tomás Contte (Louletano/ Loulé Concelho) triunfou na quinta e última etapa ao ser o primeiro atleta a cruzar a meta colocada na Av. Dr. Alfredo de Sousa, enquanto que Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua) envergou a Camisola Laranja conquistando a classificação das Metas Volantes. Este ciclista, natural de Lamego, recebeu mesmo a maior ovação da tarde ao subir ao pódio e ser coroado o vencedor desta Classificação.

Apesar da chuva que se fez sentir na ponta final da etapa, o público saiu à rua para aplaudir a caravana e consagrar os vencedores. As grandes decisões da jornada foram feitas numa empolgante chegada ao sprint. Esta competição de ciclismo manteve-se em suspenso até ao último segundo.

O Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Ângelo Moura, faz um balanço muito positivo da participação deste concelho no percurso oficial da prova: “É com incontido orgulho que recebemos na nossa cidade a última jornada da edição de estreia do Grande Prémio Douro Internacional. É um evento que nos permitiu, não só demonstrar a nossa capacidade para acolher grandes eventos, mas também para catapultar, numa fase de desconfinamento, o nosso turismo e a nossa cultura”.