“Desafios para uma Educação de Futuro” é o mote para o Seminário de Educação que o Município de Tondela irá realizar no dia 25 de janeiro, no auditório 1 da ACERT.

185

“Desafios para uma Educação de Futuro” é o mote para o Seminário de Educação que o Município de Tondela irá realizar no dia 25 de janeiro, no auditório 1 da ACERT.

Os convidados, de excelência nacional, trarão a debate temáticas tão cruciais e transversais aos diferentes ciclos de ensino como a inclusão educativa, a dislexia, as vicissitudes da adolescência, as metodologias educativas ou a imaturidade das gerações vindouras.

Entre os especialistas convidados encontramos David Rodrigues do Conselho Nacional de Educação, as psicólogas Bárbara Dias e Anabela Carvalho, o professor Rui José Correia ou ainda o conhecido professor catedrático Carlos Neto.

O Seminário divide-se em quatro painéis, dois de manhã e dois no período da tarde, com o público a ter espaço para colocar as suas dúvidas aos especialistas convidados.

Convictos da inequívoca necessidade de se promover o debate em torno de uma educação em processo de mudança e com um leque de convidados de luxo, o Seminário de Educação de 2020 permitirá refletir sobre a relação entre a escola, a família e a sociedade atual, num quadro de corresponsabilidade entre os diferentes agentes envolvidos no processo de ensino e aprendizagem, sempre de olhos postos no futuro.

 

 

PROGRAMA:

09:00  Sessão oficial de abertura

– Dr. José António Jesus – Presidente da Câmara Municipal de Tondela

09:30  PAINEL 1 – A BOA EDUCAÇÃO É INCLUSIVA

– DAVID RODRIGUES | Presidente da Pró-inclusão e Conselheiro do Conselho Nacional de Educação

– Moderadora: Sofia Ferreira – Vereadora da Educação e Ação Social

10:30  Coffee-break

11:00  PAINEL 2 – ESTRATÉGIAS PARA SALAS DE AULA MENOS CHATAS

– Rui José Correia | Melhor Professor de Portugal 2019 | Global Teacher Prize Portugal

– Moderadora: RAQUEL NUNES – Chefe de Divisão da Educação e Ação Social

12:30  Almoço Livre

14:00  PAINEL 3 – MÃES CHATAS, CRIAM FILHOS BEM SUCEDIDOS!

– BÁRBARA RAMOS DIAS | Psicóloga especialista em Adolescentes

– Moderadora: RAQUEL NUNES – Chefe de Divisão da Educação e Ação Social

15:00  PAINEL 4 – DISLEXIA – ERRAR É HUMANO

– ANABELA CARVALHO | Psicóloga Especialista em Psicologia da Educação e em Psicologia Clínica e da Saúde

– Moderadora: Sofia Ferreira – Vereadora da Educação e Ação Social

16:00  PAINEL 5 – CRIANÇAS IMATURAS E O TERRORISMO DO NÃO

– CARLOS NETO | Professor Catedrático na Faculdade de Motricidade Humana

– Moderadora: Sofia Ferreira – Vereadora da Educação e Ação Social

17:00  Encerramento da sessão de trabalhos

Dr. Tiago Brandão* – Ministro da Educação

Dr. José António Jesus – Presidente da Câmara Municipal de Tondela

* A aguardar confirmação

ORADORES:

9h30 – DAVID RODRIGUES
«A BOA EDUCAÇÃO É INCLUSIVA»

Professor de Educação Especial, ingressou como docente na Universidade Técnica de Lisboa em 1980. Doutorou-se em 1987 com uma tese sobre crianças com Paralisia Cerebral e obteve o título de “Agregado” na mesma Universidade. Em 2016 cessou a carreira docente universitária como Professor Catedrático (UPt). Coordenou o Pólo do Projeto Minerva da Universidade Técnica (1987/1993), – Tecnologias Digitais para alunos com deficiência. Na mesma Universidade coordenou o Mestrado em Educação Especial (1991-2009) e o Curso de Terapias Expressivas – Musicoterapia e Dança Terapia (1999), primeiros cursos com esta temática em universidades portuguesas. Desempenhou na Universidade vários cargos entre os quais Diretor de Departamento, membro do Grupo de Planeamento Estratégico, Presidente do Conselho Pedagógico, Presidente da Assembleia de Representantes. Lecionou como Professor Convidado em várias universidades portuguesas (Porto, Coimbra, Açores) e estrangeiras (KUL -Bélgica, UNICAMP, UEDESC, UNESP e UFES -Brasil e USJ – China) entre outras. Realizou um pós-doutoramento na Virginia State University (EUA). Orientou diversas teses de Doutoramento e dissertações de Mestrado. Realizou, por convite, conferências em universidades estrangeiras e congressos internacionais, nomeadamente em Espanha, França, Reino Unido, Estados Unidos, Itália, Bulgária, Rússia, Lituânia, Brasil, Colômbia, México, Cabo Verde, Paquistão, EAU (Dubai e Abu Dabi) e Macau. É conferencista convidado na École Supérieure de l’Éducation Nationale (França). Colaborou em iniciativas da UNESCO, da UNICEF e da Handicap International e representou Portugal em vários Projetos Europeus nomeadamente Helios II e Tempus (na Ucrânia, Lituânia e Rússia). Integrou o Grupo de Peritos sobre Inclusão Social junto do Conselho da Europa e foi vice-presidente para a Europa da Sociedade Internacional para Estudos da Criança. É autor /organizador de 34 livros publicados em Portugal, Brasil, Espanha e Alemanha e publicou cerca de 100 artigos em revistas da especialidade. Pertence ao Conselho Editorial de 8 revistas científicas de Portugal, Brasil, Espanha, França e Reino Unido. Foi Embaixador Paralímpico (Pequim, 2008) e recebeu o Prémio Internacional de Investigação “União Latina” (2007). Em 2017 foi galardoado com o “Distinguished International Leader Award” pelo Council for Exceptional Children – DISES (Estados Unidos) e, por este facto, recebeu um Voto de Congratulação unânime do Plenário da Assembleia da República (205/XIII). É Presidente da Pró – Inclusão – Associação Nacional de Docentes de Educação Especial (membro da European Network on Inclusive Education and Disability), diretor da revista “Educação Inclusiva”. É membro do Conselho Consultivo da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. É, desde junho de 2015, Conselheiro Nacional de Educação.

11h – Rui José Correia
«ESTRATÉGIAS PARA SALAS DE AULAS MENOS CHATAS»

Humor, actividades práticas e respeito pelos ritmos dos estudantes. É com estes ingredientes que Rui Correia, professor de História nas Caldas da Rainha diz ter conseguido “assegurar 100% de atenção” dos seus alunos. A iniciativa valeu-lhe a distinção, anunciada esta segunda-feira, com o Global Teacher Prize Portugal, a versão nacional dos prémios que são apresentados como os “Nobel” da Educação e que pretendem valorizar projectos educativos inovadores. Rui Correia trabalha num meio economicamente desfavorecido – a escola básica de Santo Onofre, que pertence ao agrupamento de escolas Raul Proença, em Caldas das Rainha – e entende que a sua “obsessão” é mostrar aos alunos que “estudar é uma coisa para todos”. Por isso, precisava de encontrar formas de os manter atentos e empenhados nas aulas, tendo desenvolvido estratégias para “garantir que os ciclos de atenção eram constantemente reactivados”. Quem é o melhor professor de Portugal? Quem é o melhor professor de Portugal? Mais populares “Creio que quando conseguimos respeitar o ritmo dos alunos e permitimos que eles próprios controlem o ritmo da aula, a conversa fica muito mais bem estabelecida e temos a possibilidade de fazer com que eles estejam envolvidos naquilo que estamos a fazer”, explica Rui Correia num vídeo em que apresentava o seu “método” quando ficou a saber-se que era um dos dez finalistas da segunda edição do Global Teacher Prize Portugal. Além disso, a estratégia envolve “muito riso e muito humor”, sublinha aquele professor: “Não há nenhuma possibilidade de perceber a aprendizagem sem que ela seja descontraída, simpática e amável”.

14h – BÁRBARA RAMOS DIAS
«MÃES CHATAS, CRIAM FILHOS BEM SUCEDIDOS!»

Bárbara Ramos Dias é Psicóloga Clínica com Mestrado em Ciências Criminais e Comportamentos Desviantes, pela Faculdade de Medicina de Lisboa, e Psicodramatista pela Sociedade Portuguesa de Psicodrama. É mãe de 3 filhos e voluntária enquanto formadora e psicoterapeuta com mães e famílias carenciadas há cerca de 11 anos no Centro Comunitário de Carcavelos e casas de acolhimento para crianças. Tem como Missão: Fazer Voltar a Sorrir! O seu Propósito: O sorriso que dás retorna a ti! Acumula dois prémios públicos de reconhecimento, “Mulher Activa” e “Empreendedorismo DNA Cascais”. É Sócia Fundadora de 2 Associações de Solidariedade Social, com uma larga experiência em psicologia clínica e na área social. Adora ensinar e dar formação, ao nível universitário, nas empresas ou com carácter social para a requalificação e reinserção na vida activa. Criou, ainda, a sua própria empresa em 2008. No seu currículo conta com: – 15 anos de apoio psicológico e psicoterapêutico individual, grupo, e Psicodrama ( adultos, crianças e casal) em Consultório privado e Hospitais; – 15 anos de intervenção psicoterapêutica individual e grupal e formação em Estabelecimentos Prisionais a nível nacional; – 15 anos com adolescentes em escolas e clínica a nível de “stress como amigo”- Coaching Teen –Treino de adolescentes para vida (distúrbios alimentares, perturbação do sono, inseguranças/medos, agitação/conflitos, auto-estima/confiança/identidade, motivações, redução absentismo escolar, prevenção de drogas e doenças sexualmente transmissíveis, entre outros); – 15 anos de prevenção, tratamento e redução de riscos e minimização de danos na área das droga e toxicodependência e DST´s; – 14 anos de formação em organizações a liderar e motivar equipas; – 11 anos de experiência como Docente Universitária convidada na área da psicologia e desenvolvimento pessoal; – 8 anos de Reflexologia como ferramenta tratamento da DOR emocional, stress, ansiedade, depressão e perturbações do sono; – Vários artigos de opinião em revistas semanais e co-autora na publicação de 2 livros sobre terapias expressivas. Como hobbies gosta de brincar, ler, costura criativa, reciclagem de materiais, desportos aquáticos, bicicleta e equitação.

15h00 – Anabela Carvalho
«Dislexia – Errar é Humano»

Anabela de Oliveira Duarte da Cruz Carvalho é psicóloga a exercer funções em Serviços de Psicologia e Orientação em Escola Públicas desde 1991, atualmente no Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique, em Viseu. É também docente na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu, na UC de Psicologia da Perceção. Já lecionou na Universidade Católica Portuguesa no Curso de Especialização e no Mestrado em Educação Especial. Concluiu o Mestrado em Avaliação Psicológica com a construção e validação do Teste de Avaliação da Fluência e Precisão de Leitura, O Rei. Doutorada em Psicologia do Desenvolvimento com uma investigação intitulada ¿Indicadores Precoces da Dislexia de Desenvolvimento¿. Autora do Livro Aprendizagem da Leitura: processos cognitivos, avaliação e intervenção, bem como de capítulos de livros e artigos relacionados com a avaliação da leitura e as dificuldades de leitura, entre outros temas na área da educação. Membro do Colégio de Especialidade de Psicologia da Educação da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

16h00 – Carlos Neto
«Crianças Imaturas e o Terrorismo do Não»

Carlos Alberto Ferreira Neto é Professor Catedrático na Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade de Lisboa (UL). É atualmente Presidente da Casa da Praia-Centro Doutor João dos Santos. Foi membro efetivo do Conselho Geral da Universidade de Lisboa (2015-2017). Presidente da FMH (Janeiro de 2010 a Julho de2014), faz atualmente parte do Departamento de Desporto e Saúde e do Laboratório de Comportamento Motor. Instrutor de Educação Física pela Escola de Educação Física de Lisboa (1971); Licenciado em Educação Física (1975) pelo Instituto Nacional de Educação Física, foi professor no Instituto Superior de Educação Física (1976 até 1984) e é atualmente docente da Faculdade de Motricidade Humana desde 1985. Leciona as disciplinas de Desenvolvimento Motor nos diferentes cursos de licenciatura de Ciências do Desporto, da disciplina de Observação do Desenvolvimento Infantil na Licenciatura em Reabilitação Psicomotora e da Disciplina de Educação Física I no Mestrado em Ensino da Educação Física. É coordenador do Mestrado em Desenvolvimento da Criança. Desempenhou ainda vários cargos de gestão no ISEF e FMH: Vice-presidente do Conselho Diretivo; Presidente do Conselho Pedagógico; Presidente do Conselho Científico (2 mandatos); Presidente da Assembleia de Representantes (3 mandatos) e Presidente do Laboratório de Desenvolvimento e Adaptação Motora e Presidente do Departamento de Ciências da Motricidade.Foi fundador da Sociedade de Educação Física, membro de diversas revistas científicas e tem publicado vários trabalhos em revistas científicas, capítulos de livros e participado em diversos seminários, congressos e ações de formação sobre Educação Física e Desporto, desenvolvimento motor e ensino da educação física nos primeiros níveis de escolaridade e jogo e desenvolvimento da criança. As principais linhas de investigação situam-se no estudo do desenvolvimento de habilidades motoras e efeitos de situações de ensino (1); jogo e desenvolvimento da criança (2); rotinas de vida e independência de mobilidade em crianças e jovens (3) e “Bullying” nos recreios escolares (recess) (4).Foi membro do Conselho Coordenador do Instituto de Apoio à Criança, tendo participado na criação e coordenação do Grupo de Actividade Lúdica. Foi fundador e presidente da Sociedade Internacional para Estudos da Criança (SIEC), e é representante Português da “International Play Association (IPA). Organizou em Lisboa (1999) a “XIV IPA World Conference” (Play and Community), em 1997 o “20th International Congress ” (Play and Society) do ICCP (International Council of Children ́s Play) e em 2008 a 4thInternational Conference of Violence in School.Entre 1998-2003 foi coordenador da equipa de Lisboa (FMH) do projeto internacional, “TMR Network Project –Nature and Prevention of Bullying: the causes and nature of bullying and social exclusion in schools, and ways of preventing them”. É autor dos livros “Jogo e Desenvolvimento da Criança”, “Motricidade e Jogo na Infância”, Tópicos em desenvolvimento na Infânciae adolescência” e “Brincar em Cascais”.