Curta-metragem realizada em Tabuaço distinguida em Hollywood

548

Realizada com o apoio do Município de Tabuaço e nomeada em três categorias no Indiex Film Festival em Los Angeles, A Margem, realizada por Rodrigo Tavares sai de Hollywood com o prémio de Melhor Ator Secundário para Beto Coville, actor brasileiro com estreitas relações no concelho, onde, há mais de uma década, dirige o TEATRAÇO – Teatro Amador de Tabuaço.

A Margem, que contou também com a participação da atriz portuguesa Luisa Ortigoso esteve ainda nomeada para Melhor curta-metragem na categoria de Drama e Melhor Atriz.

Em declarações sobre o significado deste prémio, Beto Coville assume que “é sempre gratificante ver o nosso trabalho reconhecido. Vindo de fora é uma sensação diferente porque ninguém nos conhece e só́ levam em conta o nosso desempenho no filme. Se nos premeiam é sinal de que gostaram realmente”. No entanto, para o ator, que há mais de 20 anos reside em Portugal e onde dirige, em Tabuaço, o grupo de teatro local há cerca de 13 anos, “este filme é um trabalho de equipa e partilho o mérito com a Luísa Ortigoso, que também foi indicada para Melhor Atriz, com o realizador Rodrigo Tavares, com o diretor de Fotografia Mário Melo Costa e com a produção do Teatraço”. Sobre o envolvimento do Município, Beto Coville defende que “nada disso seria possível sem o apoio do Presidente da Câmara de Tabuaço que patrocinou esse filme e que, aliás, já havia financiado outros dois filmes também premiados: a longa “Tábuas com História” de 2016 – Melhor Filme Internacional no Los Angels Braszilian Film Festival (LABRFF) – e a curta Transfugo, Melhor Curta no Portugal Internacional Film Festival, em 2019”.

A Margem e Transfugo continuam a concorrer em outros Festivais de cinema. Transfugo, rodada também na totalidade em Tabuaço, também em 2018, está seleccionada para o FestCIMM – Festival de Cinema no Meio do Mundo em São Paulo.