Académico de Viseu vence em Setúbal e segue em frente na Taça de Portugal

328

O Académico de Viseu, da II Liga de futebol, foi hoje ao Estádio do Bonfim vencer, por 1-0, o Vitória de Setúbal, do Campeonato de Portugal, em jogo da segunda eliminatória da Taça de Portugal.

Paul Ayongo, que no sábado já tinha sido o autor do golo que deu o triunfo (0-1) sobre o Benfica B, na partida da II Liga, voltou a ser o autor do golo que deu a passagem aos beirões à próxima fase da prova, onde vão agora defrontar o Montalegre.

Apesar da réplica que deu na partida, o conjunto setubalense, que sofreu o golo aos cinco minutos, não conseguiu evitar o afastamento da competição em que marcou presença em 10 finais e conquistou três troféus.

Depois de se colocarem em vantagem nos primeiros minutos do encontro – o avançado ganês Paul Ayongo finalizou uma jogada rápida de ataque ao rematar cruzado fora do alcance do guardião sadino João Valido –, os viseenses conseguiram segurar a vantagem até ao apito final.

Em 90 minutos de muita luta, ambas as equipas viram os respetivos guarda-redes brilharem em várias ocasiões, impedindo o marcador de voltar a sofrer alterações. Aos 27 minutos, o sadino Mathiola obrigou Ricardo Fernandes a aplicar-se para evitar o empate e, aos 29, foi a vez de João Valido ‘voar’ para impedir que o Académico ampliasse a vantagem num livre direto de André Carvalhas.

Na segunda parte, o Vitória de Setúbal não desistiu de lutar e ficou perto de o conseguir aos 90 minutos, quando o recém-entrado João Marques (substituiu Bruno Ventura aos 87) desferiu um remate forte que acertou em cheio na base do poste esquerdo da baliza do Académico de Viseu.

Jogo no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Vitória de Setúbal –Académico de Viseu, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcador:

0-1, Paul Ayongo, cinco minutos.

Equipas:

– Vitória de Setúbal: João Valido, Mano (Diogo Martins, 85), Marcos Raposo, João Serrão, Nuno Pinto, José Semedo, Mathiola, Bruno Ventura (João Marques, 87), André Sousa, Kamo-Kamo (João Marouca, 68) e Zequinha.

(Suplentes: Josué Duverger, Diogo Martins, Bruno Almeida, Rodrigo Jorge, André Pedrosa, João Marouca e João Marques).

Treinador: Alexandre Santana.

– Académico de Viseu: Ricardo Fernandes, Joel Monteiro, Fábio Santos, Félix Santos, Jorge Almeida, Paná, Diogo Santos, Yuri Nascimento (Tiago Mesquita, 87), André Carvalhas (Fernando Correia, 74), João Vasco (Bruninho, 68) e Paul Ayongo (Anthony Carter, 86).

(Suplentes: Janota, Pica, Puch, Anthony Carter, Bruninho, Fernando Ferreira e Tiago Mesquita).

Treinador: Pedro Duarte.

Árbitro: João Pinto (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Vasco (7’), Nuno Pinto (19’), Marcos Raposo (68), Jorge Almeida (75), Mathiola (77’) e Ricardo Fernandes (88).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.