Festival MESCLA arranca hoje em Viseu com mais de 200 experiências e espetáculos

De 1 a 7 de julho, o Centro Histórico recebe a primeira edição de um “caleidoscópio” de artes e cultura

O Festival MESCLA arranca hoje. dia 1 de Julho, em Viseu, com uma programação multidisciplinar de mais de 200 experiências e espetáculos.

Promovido pelo Município, VISEU NOVO SRU e VISEU MARCA, o evento propõe a viseenses, visitantes e turistas uma programação cultural nas áreas da escultura de luz e som, música, teatro, literatura, novo circo, fotografia, cinema e património, tendo em especial relevo projetos e talentos culturais “made in Viseu”. Às largas dezenas de artistas e coletivos radicados na cidade de Viriato, juntam-se ainda a nomes nacionais e internacionais, em diferentes áreas de expressão.

Em jeito de antecipação, o MESCLA promove nesta segunda-feira, pelas 18h00, na Incubadora de Industrias Criativas do Centro Histórico CAVA, uma mesa-redonda de debate entre responsáveis e programadores culturais de várias cidades do país, a respeito das políticas, instrumentos e oportunidades da Cultura no desenvolvimento territorial. “Pode a Cultura salvar-se – ou salvar-nos?” junta o Vereador da Cultura de Viseu, Jorge Sobrado, Cláudia Leite (Administradora Executiva na Theatro Circo de Braga), Mafalda Sebastião (responsável do Pólo Cultural das Gaivotas, Lisboa), Mariana Amorim (dirigente da “REDE”) e a programadora e investigadora Ana Carvalho.

O MESCLA marca também a adoção de uma atitude ambientalmente mais sustentável por parte dos principais operadores de bares e cafetaria da cidade. Com o festival inicia-se a erradicação voluntária de copos plásticos descartáveis, sendo substituídos por copos reutilizáveis mediante caução. Anualmente são desperdiçados mais de 3 milhões de copos descartáveis no Centro Histórico de Viseu.

Tendo em vista favorecer a vivência do evento e da zona antiga da cidade, em melhores condições ambientais, de segurança e acessibilidade, o Município promoverá ainda o encerramento do trânsito automóvel no Centro Histórico entre as 17h00 e as 02h00 da manhã, de segunda a sexta-feira, e das 16h00 às 02h00 da manhã, no sábado e domingo, assim como o lançamento experimental do novo serviço do MUV “BUS STOP”, entre as 17H e as 02h00. O autocarro elétrico ligará as zonas e parques de estacionamento automóvel às principais entradas do Centro Histórico.

Neste contexto, o Município desafiou também os comerciantes do Centro Histórico que desejarem a prolongar o horário de funcionamento dos seus estabelecimentos até à meia-noite, durante o festival.

Na programação, sobressaem nomes e coletivos viseenses como Moullinex, a Gira Sol Azul e a Gira Big Band, o Teatro Mais Pequeno do Mundo de Graeme Pullyen, Makebala, Residência Artística, o projeto CRETA de Guilherme Gomes com diversos atores viseenses, a ZunZum, o Grupo Tribal, a Ritual de Domingo e Sónia Barbosa, Luís Belo, John Gallo, Inês Flor, o CARMO 81 e “Sr. Jorge”, a associação Memória Comum e o projeto “Mescla a Dançar” de Cati Cardoso, entre outros.

No plano nacional e internacional ganham ainda destaque o coletivo francês La Meute, os Palmilha Dentada, a Companhia de Música Teatral, o Festival Monstra, o coletivo “Ovo Alado” e, na música, Noiserv, Fogo Fogo, Marta Ren, Elisa Rodrigues, SURMA, Solar Corona e as Sopa de Pedra.

Manuel Alão e Sérgio Ferreira são os criadores convidados para a conceção de diversas esculturas de luz originais que distinguirão o MESCLA. Instalações “site specific” que vão iluminar Viseu, algumas delas com componente sonora, formando um roteiro entre diversos largos e ruas.

A dupla Samuel Coelho e César Estrela protagonizam a criação e instalação de um “estranhofone” de grandes dimensões na passagem da Praça D. Duarte para o Adro da Sé, escultura sonora que permitirá a realização de performances, assim como a livre interação do público.

Uma seleção de “bandas de garagem” têm também palco no Mercado 2 de Maio nas noites de quarta, quinta e sexta-feira: Morfina, Twone Productions, Dr. Molotov, (d)O Fundo do Poço, Zurrapa e Daniel’s Dead Bird, José Pedro Pinto, Color Ivy e Bang Avenue.

O MESCLA faz também uma incursão em escolas, dando início a um projeto de estímulo da escrita sobre viagens que se prolongará no ano letivo de 2019/2020. “O Outro Marco Polo, que viajou – talvez – com Fernão de Magalhães” é o nome da iniciativa, organizada pela associação MEMÓRIA COMUM com os Museus Municipais.

Inspirada nas “Viagens de Marco Polo” e em “As Cidades Invisíveis” de Italo Calvino, e servindo de tributo aos 500 anos do início da circum-navegação de Fernão de Magalhães, a iniciativa promoveu a escrita de textos de viagens, geografias e seres imaginários com alunos do 4º ano escolar. Da sua reunião será publicado um livro, cujos cadernos serão produzidos em oficinas do MESCLA no Museu de Historia da Cidade.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
urgências médico hospital
Encerramento noturno de urgência pediátrica em Viseu pressiona Tondela - autarca
2
pexels-marina-hinic-199169-730778
Aeroporto: Criada petição para defender nome de Aristides de Sousa Mendes
3
pexels-los-muertos-crew-8460033 (1)
Urgências pediátricas em Viseu encerradas durante a noite a partir de junho
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

livros
andebol
festa do livro e da leitura logo cópia
FIMPV24-Cartaz-A3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
urgências médico hospital
Encerramento noturno de urgência pediátrica em Viseu pressiona Tondela - autarca
pexels-marina-hinic-199169-730778
Aeroporto: Criada petição para defender nome de Aristides de Sousa Mendes
pexels-los-muertos-crew-8460033 (1)
Urgências pediátricas em Viseu encerradas durante a noite a partir de junho
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional