Maior área ardida em Sever do Vouga é florestal

O presidente da Câmara de Sever do Vouga, António Coutinho, disse hoje que a maior parte da área ardida no seu concelho, que resultou do incêndio de Oliveira de Frades (Viseu), que foi dominado esta manhã, é florestal.

“Em alguns sítios arderam também terrenos agrícolas e arrumos, mas a grande área [ardida] é florestal”, disse à Lusa o autarca.

António Coutinho diz que o levantamento dos prejuízos ainda vai demorar algum tempo a ser feito, mas admite que possam ser elevados, nomeadamente no que diz respeito às atividades económicas associadas à exploração florestal.

“Somos um concelho com uma área florestal grande e alguns agricultores ainda obtêm alguns proveitos da floresta. Havia aqui zonas de mancha florestal já bastante desenvolvida que tinha um certo valor económico que se perdeu”, disse.

O presidente da câmara afirmou ainda que o incêndio causou também prejuízos em termos de infraestruturas elétricas e de comunicações, na zona industrial.

António Bastos, de 73 anos, viu o fogo destruir uma vinha que tinha no lugar do Ribeiro, freguesia de Paradela.

“Tinha lá videiras que davam mais de mil litros de vinho todos os anos. Podou-se, sulfatou-se, fez-se tudo e não se tem nada”, disse, adiantando que também perdeu alguns eucaliptos que tinha plantado há cerca de dois anos.

Já o cunhado, Valdemar Moutinho, de 62 anos, que mora perto do local onde se situa a vinha que ardeu, diz que não teve prejuízos materiais.

“Isto foi o fim do mundo. Ardeu tudo aqui à volta. Houve ali chamas com mais de 50 metros de altura”, disse, apontando para um eucaliptal situado na outra margem do ribeiro.

Com a ajuda dos bombeiros, conseguiu evitar o pior e proteger os seus bens. “Andei desde as 09:00 de terça-feira até às 21:30 a apagar o fogo com duas máquinas de sulfatar e com uma enxada a rapar. Agora, está tudo controlado”, afirmou.

A poucos metros, no lugar de Lordelinho, Paulo Martins, de 38 anos, diz que o fogo andou à volta da casa, mas só perdeu uns pinhais.

 A Proteção Civil estima que o incêndio que deflagrou na segunda-feira em Oliveira de Frades e foi dominado hoje, depois de se estender a Sever do Vouga e Águeda, tenha consumido uma área de cerca de dois mil hectares.

Durante uma conferência de imprensa no posto de comando situado em Sever do Vouga, o comandante operacional do Agrupamento Distrital do Centro Sul, Luís Belo Costa, disse que o incêndio “ficou dominado pelas 07:20”.

O incêndio deflagrou pelas 11:00 de segunda-feira numa zona de mato na localidade de Antelas, na freguesia de Arcozelo das Maias (distrito de Viseu), alastrando posteriormente aos concelhos de Águeda e Sever do Vouga (distrito de Aveiro).

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
Rossio Viseu
Prejuízo de 1,5 ME nos transportes públicos leva Câmara de Viseu a abrir concurso
3
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu