DIVULGAÇÃO DA CANDIDATA A PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA DE ARCOZELO DAS MAIAS

157

A CDU – Coligação Democrática Unitária, que integra o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista Os Verdes apresentará nas próximas eleições autárquicas, como primeira candidata à Assembleia de Freguesia de Arcozelo das Maias, Sónia Marisa.

Sónia Maria, tem 49 anos e reside em Arcozelo das Maias. É escriturária e independente pelo Partido Ecologista Os Verdes.

Nas eleições anteriores, a CDU tem ficado a poucos votos de eleger um dos nove membros para a Assembleia de Freguesia. Um eleito seria a voz e a defesa da população pela melhoria das estradas e dos caminhos agrícolas e florestais e na colocação do saneamento. Um eleito seria uma voz activa na defesa do interesse das pessoas de Virela e Fornelo relativamente à restituição das acessibilidades dignas perdidas com a Barragem de Ribeiradio, um «roubo» do PSD/CDS que favoreceu claramente a EDP.

Arcozelo das Maias, salvo raras exceções, tem sido esquecido e deixado ao abandono pela Câmara e pela Junta. Há habitações, por exemplo no Soutinho, que não têm acessos dignos, um autêntico lamaçal em dias de chuva.

A CDU é a única força política que tem estado ao lado da população de Fornelo e Virela por causa dos acessos perdidos com a barragem de Ribeiradio, tendo por intermédio d’Os Verdes sido debatido e votado um Projeto de Resolução no Parlamento a recomendar ao Governo a restituição destas acessibilidades, mas PSD e PS votaram contra. Os partidos que compõem a junta de freguesia, PSD e PS viraram as costas ao povo de Arcozelo das Maias.

Em Arcozelo das Maias a CDU compromete-se a:

* Lutar pela melhoria das estradas, caminhos agrícolas e florestais e acessibilidades a pessoas com mobilidade reduzida; zelar pela sinalização rodoviária adequada;

* Exigir a colocação do saneamento básico e o tratamento das águas residuais; exigir a melhoria da rede móvel e duas carreiras diárias para Oliveira de Frades que sirvam todas as povoações.

* Exigir mais investimento da Câmara Municipal na freguesia e celebração de descentralização de competência ao nível de melhoramentos das vias e manutenção do espaço público;

*Defender a qualidade ambiental; abandonar a utilização de herbicidas nos espaços públicos; reabilitar fontes e os fontanários; realizar análises às águas; reforçar o número de caixotes do lixo e ecopontos;

*Defender a valorização e preservação do património, o turismo e ações ecológicas; apoiar as atividades culturais e desportivas (p.ex. percursos pedestres); dinamizar os espaços e equipamentos públicos;

*Defender o consumo e a produção local; realizar ações com os bombeiros e a protecção civil no reconhecimento de caminhos florestais; promover o ordenamento e a plantação com espécies adaptadas à nossa freguesia;

* Apoiar e desenvolver atividades para os mais jovens e idosos; aconselhamento urbanístico;

*Continuar a defender a restituição dos acessos dignos entre Fornelo e Virela previstos e identificados no Estudo e na Declaração de Impacte Ambiental.