Câmara de Castro Daire lança portal com oito pacotes turísticos

1233

A Câmara de Castro Daire lançou ontem o portal “visitcastrodaire”, no qual é possível encontrar oito pacotes turísticos com base, essencialmente, na natureza do concelho e na rota da transumância, uma tradição “muito genuína” na região.

“Hoje apresentamos a marca “visitcastrodaire” que está assente em três âncoras: o Rio Paiva, a Serra do Montemuro e as Termas do Carvalhal. (…) Daqui [do portal] sai o visitcastrodaire para quem quer 1.001 experiências” e que permite “efetuar reservas” e “conhecer e explorar” este território, disse o presidente da Câmara Municipal de Castro Daire.

Paulo Almeida revelou ainda que na plataforma estão “oito pacotes turísticos integrados”, que contemplam “um conjunto de experiências”, fruto de um trabalho do executivo municipal, que “tem apostado na inovação e diferenciação do posicionamento estratégico em termos de plano de desenvolvimento”.

“Esta estratégia passa muito pela criação de oferta turística, sobretudo, porque percebemos que podemos ser diferenciadores e acrescentar valor aos nossos recursos endógenos, gerando a riqueza necessário para a sua sustentabilidade”, acrescentou Paulo Almeida.

O vereador responsável pelo turismo, Pedro Pontes, anunciou que é possível encontrar pacotes virados para a “magia das termas”, a “aventura apaixonante do Montemuro”, os “caminhos e locais de culto” e para a “mítica estrada nacional l2 [EN 12]”, que, “por sorte, atravessa a espinha dorsal do concelho” e “muito traz” a Castro Daire.

As “tradições com história”, o “viver o Paiva” que tem “quilómetros de caminhos pedestres e de bicicleta nas margens”, o “extreme radical”, com base nos desportos radicais no rio (e não só), e a “experiência transumância” completam os oito pacotes disponíveis para “dois dias, duas pessoas, uma noite, 1.001 experiências”.

“Uma experiência na transumância é sensacional e é, provavelmente, o pacote turístico mais diferenciador que temos, porque realmente temos nas nossas mãos uma tradição e uma marca que é a última rota da transumância em que são personificadas as origens das nossas gentes e do nosso território”, destacou Pedro Pontes.

O vereador sublinhou que esta experiência, que é única, “é desenvolvida apenas entre 24 de junho e 24 de agosto, porque era neste enquadramento temporal que se desenvolvia a transumância” com a chegada dos rebanhos da Serra da Estrela em “busca de um pasto mais vistoso na Serra do Montemuro”.

“A nossa intensão é potenciar, em termos turísticos, esta tradição muito genuína com este programa em particular de [se poder] ser pastor por um dia. Quem nos visita pode ter acesso direto, com os pastores e com uma merenda”, com “um menu do pastor e da transumância”, desvendou.

Pedro Pontes referiu que o portal foi criação da Câmara Municipal de Castro Daire, assim como a sua gestão e que “haverá um operador na Câmara, que servirá de ponte aos operadores turísticos”, de modo a que este seja “o contributo” da autarquia, para que os operadores turísticos não tenham estes custos”.

O portal foi elogiado por participantes na sessão como o secretário executivo da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, o presidente do Turismo Centro, Pedro Machado, e a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira.

“Os territórios do interior são um exemplo do que melhor pode haver para termos um turismo sustentável, porque são ricos em património natural, isso ficou evidente com a trilogia da montanha, das termas e do rio”, sustentou a governante.

Isabel Ferreira destacou também a riqueza da “história, do património histórico, do património cultural, da gastronomia e dos produtos tão diferenciados destes territórios e que vão muito para além do sol e praia”.