Ángel Sánchez vence 20.º Grande Prémio de Mortágua – Pedro Silva

334

O ciclista espanhol Ángel Sánchez venceu hoje a solo a 20.ª edição do Grande Prémio de Mortágua – Pedro Silva, numa exibição completa da sua equipa, a Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados, até Mortágua, no distrito de Viseu.

Sánchez, de 29 anos, impôs-se ao fim de 3:45.30 horas, necessárias para cumprir os 144 quilómetros, num percurso que contava com três prémios de montanha de terceira categoria, e bateu outro espanhol, Antonio Fagúndez (Alumínios Cortizo), segundo a 52 segundos, e um colega de equipa, Bruno Silva, terceiro a 1.24 minutos.

A equipa do vencedor destacou-se em toda a linha entre as 18 formações presentes, ou não fosse este o ‘seu’ Grande Prémio, ainda mais especial nesta edição por homenagear Pedro Silva, o presidente da equipa, que morreu precisamente há um ano, vítima de cancro.

Além da vitória final, numa corrida que teve apenas 27 ciclistas a concluírem a prova, entre os que abandonaram (61) e os que chegaram fora do controlo, Sánchez levou também a classificação das metas volantes, a Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados venceu por equipas e Gonçalo Carvalho, desta formação, foi quarto e venceu a montanha.

A exceção ao domínio da equipa na prova, a última antes da Volta a Portugal, foi Afonso Silva (Kelly-Simoldes-UDO), vencedor na classificação da juventude, acabando no sétimo posto da geral.