Sul-coreano do Académico de Viseu rescinde “por causa do coronavírus”

307

O futebolista sul-coreano Seong-Hwan Yang rescindiu contrato com o Académico de Viseu, que alinha na II Liga portuguesa de futebol, “por causa do coronavírus”, anunciou hoje o defesa na rede social Instagram.

O lateral direito, de 25 anos, revelou que se desvinculou do Académico de Viseu “por mútuo acordo”, depois ter manifestado aos responsáveis do clube beirão que pretendia regressar à Coreia do Sul “por causa do coronavírus”.

Seong-Hwan Yang chegou a Viseu como reforço para a época 2019/20, depois de uma temporada a jogar nos sub-23 do Vitória de Setúbal, tendo vestido a camisola do Académico de Viseu em seis jogos nas competições oficiais de futebol.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 89.000 recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro de 2019, e espalhou-se por mais de 179 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, que se encontra em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que no dia anterior. O número de mortos no país subiu para seis.