Viseu na vanguarda do diagnóstico da COVID-19 em saliva

5540

O projeto “CoVTec em Saliva – Diagnóstico da COVID-19 em saliva” coordenado pela Católica (CIIS-SalivaTec) em parceria com o Centro Hospitalar Tondela Viseu e o Instituto Politécnico de Viseu, foi financiado pelo programa RESEARCH 4 COVID-19 da Fundação para a Ciência e Tecnologia. O CoVTec tem como objetivo estabelecer novos protocolos para o diagnóstico da COVID-19 utilizando como fluido de diagnóstico a saliva.
Atualmente o método utilizado em Portugal para avaliação da infeção pelo vírus SARS-CoV-2, utiliza amostras retiradas da orofaringe. “Estas colheitas são bastante incómodas e dolorosas para os pacientes, e acarretam risco de contaminação para os profissionais de saúde” explica o líder do projeto, o Professor Nuno Rosa da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade Católica Portuguesa. Nuno Rosa refere ainda que “As vantagens da utilização de saliva como veículo de diagnóstico são imensas: a colheita não é incómoda ou dolorosa e pode ser feita pelo próprio paciente. Sendo a recolha de saliva um método não invasivo é melhor aceite em todas as faixas etárias e em populações com fragilidades diversas. Será uma forma de diagnóstico inovadora que trará conforto para o paciente e segurança para todos os envolvidos nos testes. “As parcerias estabelecidas e as infraestruturas envolvidas permitem instituir em Viseu uma Plataforma I&DT de apoio ao SNS, para uma resposta mais rápida e eficiente a esta e futuras pandemias.
A Diretora do Centro de Investigação Interdisciplinar em Saúde (CIIS) considera que “este projeto é mais uma concretização da missão do CIIS – Investigar Com e Para a Sociedade, que no momento crítico que vivemos com a COVID19, se torna uma necessidade ainda mais premente”.