Viseu Dão Lafões desafia amantes do ciclismo com 4 Subidas Épicas

508

Num investimento que ascende a 40 mil euros, ao abrigo do projeto “Promoção dos Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal”, a Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões sinalizou os quatro circuitos que constituem as Subidas Épicas Viseu Dão Lafões.

No território Viseu Dão Lafões encontram-se algumas das maiores e mais carismáticas montanhas de Portugal, servidas por uma rede de estradas com características que cumprem os critérios que definem as “Subidas Épicas”.

Neste contexto, a CIM Viseu Dão Lafões promoveu, em parceria com os respetivos municípios, os circuitos de: S. Pedro do Sul – Arada (S. Pedro do Sul); Castro Daire – Montemuro (Castro Daire); Campo de Besteiros – Caramulinho (Tondela); Vouzela – Adsamo (Vouzela).

As Subidas Épicas Viseu Dão Lafões são compostas pelos quatro circuitos agora sinalizados. Apresentando, cada um deles, uma distância igual ou superior a 6 km, com etapas acima dos mil metros de altitude, com diferenças de cotas iguais ou superiores a 500 metros, um declive médio igual ou superior a 4% e, pelo menos, 20% da distância com inclinação igual ou superior a 10%, cumprindo assim os critérios definidos para uma Subida Épica.

Com esta iniciativa, integrada no projeto Bike Roads/Subidas Épicas, os amantes do ciclismo passarão a dispor de um desafio único, na região Viseu Dão Lafões.

Recorde-se que as Bike Roads – Subidas Épicas são um conjunto selecionado das melhores estradas de montanha para a prática de ciclismo, permitindo aos utilizadores desfrutar destes circuitos em autonomia e ao longo de todo o ano. São subidas cujas características técnicas, associadas à distância, desnível acumulado, altitudes, inclinações e paisagem, as transformam em desafios apelativos para os ciclistas amadores ou profissionais, permitindo replicar as sensações vividas nas competições profissionais mais carismáticas.

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Esta iniciativa enquadra-se na estratégia, que a CIM Viseu Dão Lafões delineou, de consolidação da região enquanto destino de turismo natureza, através da criação de um produto compósito no domínio do Walking & Cycling que alia percursos pedestres, ecopistas, centros de BTT e Trail às subidas épicas”.

Com o projeto Subidas Épicas Viseu Dão Lafões, a CIM, pretende valorizar os territórios de montanha e respetivo património natural, através da promoção das suas estradas enquanto produto turístico diferenciado capaz de dar resposta aos mais recentes fluxos turísticos ligados ao ciclismo e cicloturismo”, concluiu o Secretário Executivo.

A CIM Viseu Dão Lafões assinalou a ocasião em quatro momentos distintos, nos dias 22 de setembro (terça-feira), em Vouzela (da parte da manhã), e Campo de Besteiros – Tondela (da parte da tarde); e dia 23 de setembro (quarta-feira), em S. Pedro do Sul ( da parte da manhã) e em Castro Daire (da parte da tarde).