VISEU CULTURA disponibiliza 1,33 milhões euros para o setor em 2021

330

Na reunião de Câmara de hoje, o Executivo deliberou ainda aprovar a decisão final dos projetos a financiar na linha “CRIAR”, no âmbito do VISEU CULTURA. São 13 os projetos que agora podem avançar com financiamento municipal. “(Agri)Cultura – É Horta de Trocar Histórias”, “Curta-metragem, ficção”, “Atravessar a paisagem”, “Cava.Galeria” ou “Misericórdia”, são algumas das candidaturas vencedoras da linha “CRIAR”, que vai financiar projetos numa grande variedade de áreas, desde as Artes Plásticas à Música, passando pela Fotografia, o Cinema, e muitas outras que envolvem cruzamentos de diferentes disciplinas.

Ao todo, foram recebidas na linha “CRIAR” 45 candidaturas para uma dotação orçamental de 100 mil euros (mais 25 mil euros de apoio não financeiro), com vista ao estímulo à criação artística. Com a aprovação final desta linha, o financiamento do Município de Viseu à Cultura em 2021, sobe para 1,33 milhões de euros. Recorde-se que a linha “PROGRAMAR” tem uma dotação de 450 mil euros, a linha “ANIMAR” de 150 mil euros e as linhas “CRIAR” e “REVITALIZAR” uma dotação de 100 mil euros cada.

No final desta edição, ao cabo de 4 anos de VISEU CULTURA, teremos atingido um volume de aprovações de 4,72 milhões de euros de financiamento direto à Cultura Independente, distribuídos por 176 projetos”, salienta a Vice-Presidente da Câmara Municipal. A estes números importa juntar os 852 espetáculos e 66 eventos que, em 2018 e 2019, foram apoiados pelos VISEU CULTURA e chegaram a um público total de cerca de 202 mil pessoas. “São números verdadeiramente impressionantes e que mostram a importância deste programa municipal, que aliás tem contribuído decisivamente para tornar Viseu uma das cidades mais relevantes e ativas do país no setor da Cultura”, diz a autarca.

O apoio do Município de Viseu aos agentes culturais não fica por aqui, como o provam os 150 mil euros recentemente disponibilizados ao abrigo do programa VISEU CULTURA +. Por último, refira-se ainda o montante financeiro anual global alocado ao projeto “Teatro Viriato” para o quadriénio 2018/2021, no valor de 380 mil euros. O montante inclui o apoio à programação e financiamento de serviços de base ao funcionamento, através de acordo com o Centro das Artes do Espetáculo de Viseu, destinando 300 mil euros para equipa e programação, e 80 mil euros para serviços de suporte.

As mais valias do VISEU CULTURA são muitas, mas gostaria de destacar um facto que faz toda a diferença: 90% do financiamento municipal fica em Viseu, ou seja, é atribuído a instituições e atores locais. Esta é uma característica que distingue a política cultural que definimos para o nosso concelho e que assume uma importância fulcral no momento tão difícil que atravessamos”, afirma Conceição Azevedo.