Tondela vence Belenenses e conquista primeiros pontos fora de casa

196

Tondela venceu ontem o Belenenses SAD por 2-0, em jogo da oitava jornada da I Liga de futebol, garantindo em Leiria o primeiro triunfo da época fora de casa com uma exibição cheia de personalidade.

Bem organizada e ambiciosa, a equipa de Paco Ayestarán marcou logo aos três minutos e foi quase sempre superior. Elevou a contagem na segunda parte e confirmou a justiça do segundo triunfo consecutivo, que deu ao Tondela os primeiros pontos da época em casa alheia.

Após quatro empates seguidos, o Belenenses SAD voltou às derrotas e continua sem vencer e nos últimos lugares desta I Liga. E, hoje, o guarda-redes Luiz Felipe ainda evitou mais um par de golos.

O Tondela colocou-se em vantagem cedo, aproveitando a primeira oportunidade do encontro, aos três minutos: num bom desdobramento do meio-campo, Jhon Murillo chegou à linha de fundo na direita e cruzou rasteiro para o centro da grande área do Belenenses SAD, onde apareceu Pedro Augusto a rematar de primeira para o 1-0.

O golo deu a nota para o jogo: o Tondela tranquilo, a gerir bem a posse de bola e a aproveitar a velocidade dos homens mais adiantados; o Belenenses sôfrego, a correr atrás da desvantagem, à procura da primeira vitória.

Através de trocas rápidas de bola ao primeiro toque, o Tondela quase voltou a marcar aos nove minutos, numa fuga agora pela esquerda, mas o remate de Salvador Agra foi travado por Luiz Felipe.

Do lado dos ‘azuis’, apenas Alisson parecia capaz de preocupar o guarda-redes Pedro Trigueira. Mas a presença do brasileiro foi curta para as necessidades do Belenenses SAD, que só fez o primeiro remate enquadrado à baliza aos 38 minutos, refletindo as dificuldades do pior ataque do campeonato.

Muito macio no ‘miolo’, o Belenenses SAD via passar o Tondela sempre que os médios de Paco Ayestarán começavam a tabelar. Numa dessas situações, aos 28 minutos, Dadashov e Pedro Augusto quase elevaram a contagem, mas o cabeceamento do azeri foi intercetado por um defesa a caminho da linha de golo e o remate do brasileiro foi travado por Luiz Felipe.

Petit tentou reequilibrar a equipa com Afonso Sousa no lugar do apagado Rafael Camacho e é certo que o Belenenses melhorou, criando três boas oportunidades no recomeço: remate por cima de Chima Akas, cruzamento perigoso de César Sousa que Ndour não desviou na pequena área e cabeceamento de Alisson Safira desviado por Pedro Trigueira.

Mais recuado do que na primeira metade do encontro, o Tondela não foi menos perigoso, porque contou sempre com o ‘veneno’ dos velozes Salvador Agra e Jhon Murillo na frente.

Aos 61 minutos, Luiz Felipe ainda evitou que Pedro Augusto marcasse o segundo, mas aos 65 nada pode fazer quando Murillo lhe apareceu pela frente, após grande arrancada de Salvador Agra, que assistiu o venezuelano para o 2-0.

Com meia hora para jogar, o Belenenses SAD esforçou-se na tentativa de, pelo menos, chegar ao empate, mas a equipa de Petit não mostrou argumentos para evitar a derrota.