Teatro Viriato perdeu receitas de bilheteira e trata da programação em teletrabalho

O Teatro Viriato, de Viseu, mantém os seus trabalhadores em teletrabalho, com gozo de folgas pontuais, a tratar de “uma programação remota, mas em proximidade”, devido à covid-19.
Esta é “uma programação em permanente transformação” que, por um lado, “tenta criar espaços alternativos de apresentação dos artistas que estavam programados” e, por outro, “procura criar um lugar para projetos que se adaptam e respiram estes novos tempos”, explicou o Teatro Viriato à agência Lusa.
Apesar de não apontar números, referiu que, “considerando que a Direção-Geral das Artes e o município de Viseu, assim como outros parceiros, mantêm o seu apoio financeiro”, o impacto negativo da pandemia “reflete-se, no imediato, na redução da receita de bilheteira prevista para este ano, decorrente dos espetáculos que foram suspensos”.
Para já, foram canceladas nove atividades. Duas delas “foram suspensas pelos seus promotores”, concretamente o Festival Internacional de Música da Primavera (pelo Conservatório de Música Regional de Viseu) e o “The Met: Live in HD” (as transmissões em direto pela Metropolitan Opera House), acrescentou.
O Teatro Viriato tem estado a trabalhar com a Direção-Geral das Artes na reprogramação e no reagendamento das atividades previstas.
“Em diálogo com as companhias e os artistas” e “enquadrado pelas orientações da Direção-Geral das Artes e pela legislação aplicável”, o Teatro Viriato “tem procurado acompanhar, caso a caso, cada situação, cada artista (tanto o que já tinha o seu contrato público em execução, como aquele que [o] aguardava)”.
A sua intenção – acrescentou – é respeitar o “circuito da criação artística, através de soluções individuais, mas também sustentáveis para todos”.
“É possível perspetivar que muitas mudanças decorrerão desta crise e que teremos de estar à altura, que teremos de ser capazes de trabalharmos todos juntos para uma solução que abranja todos sem perder ninguém pelo caminho”, frisou.
Até quarta-feira, o novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já tinha infetado mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 86 mil.
Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
2
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
3
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
4
Prémio Heathy 3
Câmara de Tondela recebe prémio Locais de Trabalho Saudáveis

Artigos relacionados

thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Eventos_CMM
espetáculo teatro
pexels-marina-hinic-199169-730778
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu