SRCentro visita estrutura retaguarda em Viseu

370

Secção Regional do Centro (SRCentro) da Ordem dos Enfermeiros (OE) visitou,
nesta quarta-feira (20 Janeiro), a nova Estrutura de Apoio e Retaguarda (EAR) do Centro Hospitalar TondelaViseu (CHTV).
Com a pressão verificada no CHTV nas últimas semanas, resultado do aumento no número de infectados por
Covid-19, este centro hospitalar activou a EAR-CHTV, localizada no Pavilhão do Fontelo.
Pedro Lopes, Presidente do Conselho de Enfermagem Regional da SRCentro, visitou a nova unidade de
retaguarda hospitalar, que terá capacidade para 64 camas.
Segundo as informações obtidas no local, por parte dos responsáveis da unidade, este espaço irá receber
doentes que não necessitam de internamento, mas que não têm possibilidade de manter o isolamento social
necessário, ou para doentes estáveis com necessidades baixas de oxigénio suplementar.
Com dez doentes já internados, o responsável da SRCentro constatou (à data) as boas condições de
climatização deste hospital de campanha, e, em particular, o facto de estarem reunidos todos os
procedimentos para controlo de infecção, com circuitos bem definidos.
Apesar de garantida a qualidade nestas instalações, Pedro Lopes salientou que “a principal preocupação da
Ordem dos Enfermeiros será sempre a segurança dos doentes, dos enfermeiros, e a qualidade dos cuidados
de Enfermagem prestados. Sabemos que a capacidade máxima será de 64 doentes, mas qual será a
capacidade do CHTV para dotar esta unidade de profissionais de saúde quando estiver lotada?”.
E concluiu, apelando para que todos fiquem em casa, uma vez que “os enfermeiros, como qualquer ser
humano, têm as suas fragilidades e angústias. Estamos cansados, exaustos e temos sobre nós uma pressão
cada vez mais elevada. Os Enfermeiros não fazem milagres. Por si, por eles, por todos nós: Fique em Casa!”