“Sob o Manto de NOSSA SENHORA – Coleções de Arte Russa em Portugal”

150

O Museu Nacional Grão Vasco inaugurou , dia 30 de novembro,  a exposição temporária “Sob o Manto de Nossa Senhora – Coleções de Arte Russa em Portugal.

Esta exposição constituiu-se a partir da coleção de ícones do Museu Nacional Grão Vasco, legada por Ana Maria Pereira da Gama e do Museu Municipal dos Condes de Castro Guimarães, legada por Pedro Vieira da Fonseca, assim como obras pertencentes às coleções das Santas Casas da Misericórdia de Viseu, São Pedro do Sul e Santar.

A exposição é dedicada às imagens icónicas da Virgem Maria, que integram o calendário da Igreja Ortodoxa Russa e evoca cerca de 260 imagens de Nossa Senhora. Esta exposição integra também objetos devocionais de uso pessoal, nomeadamente ícones portáteis, pendentes e medalhões O povo russo sempre venerou a Virgem e crê que o Seu Manto continua a protegê-lo.

Expõem-se também representações da Senhora da Misericórdia, frequente na arte portuguesa desde o início do séc. XVI, com recurso a uma iconografia com características nacionais e pressupostos ideológicos que as relacionam com a ação das novas Casas de Misericórdia. O modelo criado prolongou o culto das Confrarias e Hospitais do Santo Espírito, comum no final da Idade Média, incorporando o modelo da Senhora da Conceição.

O resultado foi o sucesso da Virgem do Manto, acolhedora de papas, imperadores, reis, cardeais, bispos, frades, nobres, burgueses e mendigos, num momento em que o Reino se expandia e a primeira globalização mundial acontecia.

O processo documental referente à conservação e restauro de alguns dos ícones em exposição está também disponível.