Seia assinala Dia Mundial do Turismo

83

O Município de Seia assinala esta sexta-feira, dia 27 de setembro, o Dia Mundial do Turismo com visitas gratuitas pelos espaços museológicos municipais, o Museu do Brinquedo e o Museu Natural da Electricidade, assim como pelo Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE).

Associado à data, a autarquia promove também neste dia visitas guiadas ao Santuário da Senhora do Desterro, às 15h, e ao centro histórico da cidade, às 21h.

Distribuídas pelas duas margens do rio Alva, a 3km de São Romão, o Santuário da Senhora do Desterro foi classificado em 2014 como Conjunto de Interesse Público e é composto por dez capelas dedicadas a cenas da vida de Cristo e à Sua Paixão, mas também alusivas aos mistérios do Rosário.

Nas imediações deste conjunto patrimonial situa-se o Museu Natural da Electricidade. O espaço museológico nasceu a partir da centenária Central Hidroelétrica da Senhora do Desterro e tem como missão divulgar o património tecnológico, histórico, natural e social associado à produção de energia elétrica em Portugal, de 1909 até à atualidade.

Por sua vez, enquadrando a visita à serra da Estrela, o CISE assume-se como ponto de partida para a descoberta da mais alta cadeia montanhosa do continente. Localizado no coração da cidade, o CISE é local de paragem obrigatória para quem pretende conhecer e compreender o património natural e cultural desta área protegida.

Também na cidade, encontra-se o Museu do Brinquedo. Com um espólio de cerca de 10 mil brinquedos, de Portugal e do mundo, o Museu do Brinquedo oferece a oportunidade de reviver tempos felizes da infância e apela à fantasia das crianças.

Aberto das 10h às 18h, assim como os outros 2 equipamentos municipais, as visitas neste dia são gratuitas.

O programa das comemorações finaliza com a visita guiada ao centro histórico de Seia. Semelhante às ações promovidas em agosto, a visita encenada é conduzida pela “Ritinha Salava”, personagem da narrativa do livro Senalonga, da autoria de Avelino Cunhal, que deambulará pelo Centro Histórico mostrando aspetos da Arquitetura e História Local. Os interessados só terão de comparecer junto à emblemática Fonte das 4 Bicas.