Seca: Maçã de Armamar com calibre mais pequeno

A maçã produzida no concelho de Armamar vai este ano ter um calibre mais pequeno devido à seca e às elevadas temperaturas, disse hoje à agência Lusa o presidente da associação de fruticultores local, José Osório.

“Não só não chove, como as temperaturas estão muito altas e isso vai afetar os calibres. Havendo menos calibre, a produção é menor, são menos toneladas”, sublinhou.

Segundo o dirigente da Associação de Fruticultores de Armamar, num ano normal, só este concelho do norte do distrito de Viseu produz “de 80 a 90 mil toneladas de maçã”.

“Este ano é capaz de ir para os 60 mil. Menos cerca de 25%”, estimou, lembrando que “a geada ainda prejudicou um bocadinho a floração” nalgumas zonas.

José Osório explicou que, apesar de se registarem “algumas noites com alguma humidade, a maçã não tem o desenvolvimento que era suposto ter neste período”.

A variedade Royal Gala, “mais uma semana, já está pronta para apanhar”, ficando as restantes para daí a “três semanas ou um mês”, dependendo da humidade que se vier a registar.

“Três semanas a um mês após apanhar a Royal Gala dá-se início às restantes variedades: Reineta, Golden e, mais tarde, a Bravo de Esmolfe, que é a última a ser apanhada”, acrescentou.

O presidente da Associação de Fruticultores de Armamar considerou que, se chovesse no início de setembro, “melhoraria um bocadinho os calibres, ainda ajudaria”.

Conhecido como a Capital da Maçã de Montanha, o concelho de Armamar é um dos maiores produtores nacionais deste fruto, que representa uma importante fonte de rendimento da população.

A AFA desenvolve a sua ação em Armamar e nos concelhos limítrofes de Moimenta da Beira, Tarouca e Lamego (no distrito de Viseu), sendo a produção comercializada quer no mercado nacional, quer no internacional.

A seca prolongada no continente está a afetar as culturas, levou a cortes no uso da água e obrigou aldeias a serem abastecidas com autotanques.

Desde outubro de 2021 até agosto choveu praticamente metade do que seria o normal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocava no final de julho 55,2% do continente em situação de seca severa e 44,8 em situação de seca extrema. Não havia nenhum local continental que estivesse em situação normal, ou em seca fraca ou mesmo em seca moderada.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
Rossio Viseu
Prejuízo de 1,5 ME nos transportes públicos leva Câmara de Viseu a abrir concurso
3
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu