Projeto Mercadoria Humana no Politécnico de Viseu

272
Sensibilizar e consciencializar a comunidade académica para a temática de tráfico de seres humanos.

O Politécnico de Viseu vai acolher um evento de sensibilização sobre Tráfico de Seres Humanos (TSH), organizado pela Saúde em Português, no próximo dia 17 de junho, quinta-feira, pelas 17 horas. A iniciativa, que terá lugar na Aula Magna do Politécnico de Viseu, é de acesso gratuito, sendo necessária a inscrição prévia aqui. Serão atribuídos certificados de participação.

A realização desta iniciativa acontece no âmbito de um protocolo entre a Saúde em Português e o Politécnico de Viseu, no âmbito do projeto Mercadoria Humana 4 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos (TSH), que prevê promover ações de informação junto da comunidade; colaborar, de forma permanente, na partilha de informação e de conteúdos pertinentes para a temática do TSH e ainda disponibilizar materiais de divulgação no âmbito desta temática.

“A promoção da integração social e comunitária com vista ao desenvolvimento integral da pessoa humana, respeitando e assegurando os seus direitos e liberdades fundamentais” que orienta A Saúde em Português, tem sido concretizada no Politécnico de Viseu através de ações como a criação em Viseu e Lamego de dois Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), a realização de várias iniciativas do Grupo de missão PV + Inclusão e as atividades do Programa SPECULA que são co-organizadores da sessão do próximo dia 17 de junho.

Emília Coutinho, responsável pelo Grupo de Missão PV + Inclusão, considera fundamental a dinamização destas ações porque «se apresentam como um grito de alerta para este gravíssimo desrespeito pelos direitos humanos, e de tantos outros direitos humanos fundamentais.  São desrespeitos pouco divulgados, ou que nos chegam como tantos outros, eventualmente pelos meios de comunicação social e que pensamos só acontecerem aos outros, e nem percebemos que, não poucas vezes, as vítimas, que podem ser um de nós, num qualquer contexto, não têm consciência de que o estão a ser.»
A docente do PV indica ainda que “estas ações são formas de sensibilizar não só os estudantes, futuros profissionais, para se desenvolverem enquanto cidadãos ativos e responsáveis na sociedade, mas compromete também toda a comunidade académica, para estar atenta e se mobilizar em ações concretas de alerta, e de travão a este flagelo, fazendo a diferença na sociedade que estamos a construir, e na vida humana, particularmente aquela que se encontra em situação de maior vulnerabilidade. Protegermos quem se encontra em contextos de maior fragilidade é protegermos a sociedade em geral.»
Estas sessões de capacitação enquadram-se ainda no trabalho de mentoria que tem vindo a ser desenvolvido no Politécnico de Viseu, em que os estudantes são as peças fundamentais no respeito, compreensão e entreajuda dos/as estudantes recém-chegados, promovendo a autoestima, a confiança, a inclusão e a interculturalidade.

Saúde Em Português
A Saúde em Português é uma ONGD e IPSS uma ONGD e IPSS, sedeada em Coimbra, que está a promover, na Região Centro, até dezembro de 2022, o projeto Mercadoria Humana 4 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos, tendo o financiamento do POISE/Portugal 2020 através da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Mercadoria Humana
O projeto “Mercadoria Humana” tem como principal missão prevenir, sensibilizar e informar grupos estratégicos e públicos mais vulneráveis para o TSH, em particular para a exploração laboral, bem como responsabilizar e alertar para os deveres cívicos perante este crime público. Através de parcerias com municípios, estabelecimentos de ensino, entidades públicas e privadas, de modo a facilitar a mediação no acesso a públicos-alvo estratégicos (técnicos/as de educação, serviços sociais, emprego, saúde), para que sejam desenvolvidas atividades que os/as capacitem para adoção de um papel ativo na prevenção, combate e acompanhamento de vítimas ou presumíveis vítimas deste tipo de crime.