Polícia Judiciária detém homem em Sátão por suspeita de homicídio qualificado

226

Um homem de 57 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de crime de homicídio qualificado em Avelal, concelho de Sátão, e apreendeu uma arma proibida, anunciou hoje esta força policial.

“A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da GNR de Sátão, deteve um homem, pela presumível autoria de um crime de homicídio qualificado, na forma tentada, e de um crime de detenção de arma proibida”, anuncia.

Segundo um comunicado de imprensa, o crime ocorreu na localidade de Avelal, sede de freguesia no concelho de Sátão, distrito de Viseu, e “os factos terão acontecido na sequência de um desentendimento entre o arguido e o ofendido, de 48 anos de idade”.

O desentendimento entre ambos, refere a mesma nota de imprensa, terá ocorrido “quando assistiam à transmissão televisiva de um jogo de futebol, no interior de um café, aparentemente motivado por paixões clubísticas”.

“Após troca de palavras insultuosas, de parte a parte, o arguido, inconformado, terá decidido montar uma espera ao ofendido, aguardando a sua saída do referido café, o que veio a acontecer algum tempo depois”, especifica o documento.

Nesse momento, “o arguido, munido de uma arma de fogo, terá desferido cinco tiros, tendo três deles atingido o ofendido, na cabeça, no peito e no ombro esquerdo, pondo em sério risco a sua vida”.

“O ofendido, após ser assistido e estabilizado, no local, pelo INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica], foi transportado para o Hospital de Viseu, onde se encontra internado, em estado grave e com prognóstico reservado”, informa.

A PJ adianta ainda que o detido, com 57 anos de idade, sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.