Plano extraordinário para reforçar qualificações

426

Estão abertas as candidaturas à medida “Plano Extraordinário de Formação”, criada pelo Governo, através do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), no quadro da pandemia do COVID-19. Os interessados podem contactar o Gabinete de Inserção Profissional de Armamar através do email gip@armamar.pt, para obter mais informações.
A medida tem um período de implementação de um mês e carga horária não superior a 50% do período normal de trabalho, num máximo de 88 horas. A formação pode ser presencial ou à distância, assim as condições o permitam, e sempre que possível nas instalações da entidade empregadora.
O IEFP concede apoio financeiro por trabalhador que frequente a formação até ao limite de 50% da sua retribuição normal mensal ilíquida, não podendo ultrapassar os 635 euros referentes à Remuneração Mínima Mensal Garantida.
O apoio concedido é proporcional às horas de formação frequentadas. O centro da rede IEFP que ministrou a formação paga diretamente aos trabalhadores no final de cada ação concluída com aproveitamento.
A medida visa apoiar os empregadores privados, incluindo o setor social, em situação de crise empresarial e trabalhadores ao seu serviço, desde que a entidade não beneficie da Medida de Apoio Extraordinário à Manutenção de Contratos de Trabalho em Situação de Crise Empresarial, no desenvolvimento de um plano extraordinário de formação proposto pela entidade empregadora para os seus trabalhadores, e aprovado pelo IEFP, a decorrer a tempo parcial e, preferencialmente, em horário laboral.
Mais informações disponíveis na Internet em https://www.iefp.pt/covid19.