Novo regulamento do Viseu Investe estende isenção de taxas e impostos municipais de 3 para 5 anos

321

Alterações ao documento alarga ainda apoios a microempresas com três colaboradores, numa altura em que a pandemia agrava a crise económica

O Município de Viseu aprovou hoje a alteração ao regulamento do Viseu Investe, com o objetivo de fomentar a competitividade da economia local e manter o emprego.  As principais alterações prendem-se com o alargamento da isenção de taxas e impostos municipais de três para cinco anos e introduzem benefícios para pequenos projetos empresariais, através da possibilidade de financiamento a empresas que criem acima de três postos de trabalho.

Com base no novo regulamento, o Viseu Investe passa também a permitir o financiamento à aquisição de terrenos, bem como a valorização da componente exportadora, das indústrias de I&D, e dos investimentos em linha com a estratégia de desenvolvimento do Município. “Criámos um regulamento de apoio ao investimento inovador, que com as alterações agora propostas, proporcionará uma maior capacidade de resposta à captação de investimento e criação de emprego. São medidas fundamentais para enfrentar os tempos difíceis que vivemos”, refere o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques.

Recorde-se que os impactos da pandemia da COVID-19 excederam em muito a esfera da Saúde Pública, inscrevendo-se de forma especialmente severa na desaceleração da economia, na destruição de emprego e na fragilização do tecido social. O novo regulamento permitirá que microempresas e PME’s, onde se incluem, por exemplo, os restaurantes e o pequeno comércio, possam aceder mais facilmente a apoios da autarquia. Após a aprovação na reunião do Executivo, a proposta segue agora para a Assembleia Municipal.