Neste Natal vai oferecer brinquedos? Só se forem seguros….

379

O Natal aproxima-se a passos largos e a compra de brinquedos cresce substancialmente. Para que as brincadeiras sejam seguras e possamos estar tranquilos deixamos alguns conselhos a considerar na hora de comprar.

 

A época natalícia de uma sociedade de consumo é vista como uma época de oferecer presentes. Estes para os mais pequenos significam brinquedos.

Com vista a evitar problemas, recomendamos que tenha cuidado na sua escolha, devendo optar por produtos adaptados à idade e ao desenvolvimento da criança.

Antes de comprar, deverá ler os avisos e as instruções. Na sua ausência ou se não estiverem em língua portuguesa, deverá optar por outro brinquedo.

Na loja, passe a mão pelas arestas, pontas e bordos. Se o brinquedo for para um menor de 3 anos, verifique se existem peças pequenas que se soltem ou arranquem facilmente (por exemplo, rodas, olhos ou pelos).

Nos bonecos com costuras, certifique-se de que estão bem cosidos e a criança não tem como aceder ao enchimento.

Evite brinquedos com cordas ou fios compridos, sobretudo quando se destinam aos mais pequenos, pois o risco de se enrolarem à volta do pescoço é elevado, podendo mesmo sufocar.

Se constar algum aviso de segurança num determinado brinquedo, por algum motivo ele existe. Não o ignore, pois poderá fazer toda a diferença caso haja algum problema.

Nos brinquedos que impliquem montagem, é muito importante que não o faça sem consultar as instruções, visto que um brinquedo mal apetrechado poderá levar a acidentes.

Se oferecer um brinquedo a uma criança que padeça de alergia saiba que um peluche não será uma boa opção, dada a possível acumulação de pó e ácaros.

Caso tenha possibilidade realize pequenos sonhos e desfrute com as crianças, oferecendo momentos de brincadeira em total segurança.

Em caso de dúvida ou conflito não hesite em contatar-nos.

 

DECO CENTRO

Os leitores interessados em obter esclarecimentos relacionados com os seus direitos enquanto consumidores, bem como resolver os seus problemas, podem recorrer ao Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO, bastando, para isso, escreverem para a DECO – Rua Padre Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317 Coimbra ou para deco.coimbra@deco.pt.