Município de Viseu lança programa inédito de estímulo ao arrendamento comercial na rua Direita

Programa “Revitalizar a Rua Direita” apresenta um conjunto de medidas de apoio direto ao arrendamento e iniciativas para modernização e requalificação de lojas

O Executivo municipal viseense aprovou hoje, em reunião de Câmara, o programa “Revitalizar a Rua Direita”, iniciativa que surge no âmbito do “VISEU INVESTE 2021”. O conjunto de medidas inclui um apoio de 5 mil euros para a modernização e requalificação de espaços comerciais. São elegíveis a aquisição de equipamentos, obras de melhoria e a realização de ações de promoção e marketing.

“A Rua Direita é a mais emblemática artéria comercial de Viseu e a sua dinamização é uma prioridade para o Município, no âmbito de um apoio mais alargado a todo o comércio local do concelho”, afirma António Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu. Outra das medidas mais relevantes do programa traduz-se num incentivo ao arrendamento de lojas, atribuído mensalmente no valor de 3,50€/m2, com referência à área útil de venda. A concessão deste apoio não poderá ultrapassar os 3.500,00€/ano por cada espaço.

O “Revitalizar a Rua Direita” oferece ainda um acesso gratuito à plataforma municipal de comércio online, o VISEU COMPR’AQUI, com a duração de 1 ano. Recorde-se que o VISEU COMPR’AQUI conta já com 40 lojas online aderentes, com uma oferta muito diversificada – do artesanato às frutas e carnes, dos vinhos e licores à doçaria, do azeite a outros produtos endógenos, do vestuário à sapataria, dos produtos para casa e jardim aos de limpeza automóvel. Os apoios, cumuláveis, serão majorados em 10 % nos casos em que o requerimento para a sua concessão seja apresentado nos primeiros 6 meses. As normas agora aprovadas, vigoram de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2021, sem prejuízo de eventual renovação por igual período.

“Para além da resposta sanitária à pandemia, que é a prioridade das prioridades, não esquecemos a importância de manter vivos os nossos ativos: as pessoas e as empresas viseenses. Por isso, isso apresentámos já no ano passado o “VISEU INVESTE 2021”, com o objetivo de mitigar os efeitos da crise económica e, sobretudo, estimular a reativação de atividades e dinâmicas geradoras de emprego e rendimento local”, explica António Almeida Henriques.

Aprovados apoios financeiros para mais de uma dezena de projetos culturais

O Executivo Municipal aprovou também esta quinta-feira a decisão final da Linha “Animar”, no âmbito do Viseu Cultura 2021. O júri considerou elegíveis três projetos para efeitos de financiamento municipal – bem como os montantes a transferir para as entidades vencedoras. São eles “Poldra – Public Sculpture Project Viseu”, “Karma is a Fest” e “Creta – Laboratório de Criação Teatral”. Os dois primeiros projetos mantêm as condições do ano anterior, pelo que o júri determinou que manteriam o apoio previsto no projeto de decisão de 2020. No total, o Município viabiliza um financiamento de 150 mil euros para estes projetos, que apontam para um investimento cultural superior a 189 mil euros.

Ainda no domínio da Cultura, têm também luz verde e financiamento para avançar 10 projetos candidatos à linha REVITALIZAR do programa VISEU CULTURA, num montante de apoio municipal de 100 mil euros. Entre estes, encontram-se a recuperação de espigueiro em Calde, o Revitalizar do Lagar de Azeite da Cepeda em Torredeita, “O Pão e o Vinho” da Nicho Associação cultural, a requalificação de um edifício com alto valor patrimonial da Associação Social, Cultural, Desportiva e Recreativa de Paraduça, ou as “Histórias Incríveis que ainda não foram escritas”, de Bruno Mota Pinto e TRAMA 2021.

A inventariação, a organização e divulgação do espólio Museológico do Rancho Folclórico Caçador e dinamização do “Folclore na Escola… Escola no Folclore – o Antigo na Modernidade “, são outros dos projetos contemplados, para além dos cortejos das Cavalhadas de Vildemoinhos e das Cavalhadas de Teivas.

50 mil euros para bolsas de estudo no Ensino Superior

O Município de Viseu aprovou também a lista provisória de alunos admitidos para um apoio de quase 50 mil euros em bolsas de estudo, que permitirão frequência no Ensino Superior. Trata-se de um apoio direto para jovens provenientes de famílias carenciadas e numerosas, que poderá ter impacto na vida de mais de uma centena de famílias viseenses. “Se numa situação normal, apoios como este podem fazer a diferença e influenciar a decisão das famílias apostarem na formação superior dos seus filhos, numa altura de exceção como a que vivemos, tornam-se vitais”, diz António Almeida Henriques.

Recorde-se que a atribuição destas bolsas implica que o agregado familiar resida pelo menos há três anos no concelho de Viseu e que os estudantes em causa ingressem ou frequentem estabelecimentos de ensino superior no território nacional, para obtenção do grau académico de licenciado.

No domínio social, saliente-se ainda a aprovação de um protocolo entre o Município e a Surdisol – União de Apoio ao Surdo e Populações Especiais, no valor de 9 mil euros. Este protocolo irá permitir o acompanhamento de pessoas surdas a diferentes serviços municipais de atendimento ao público e espaços culturais (visitas aos museus municipais, visitas à cidade). Inclui ainda a interpretação presencial da Língua Gestual Portuguesa de Seminários, Conferências, Simpósios, entre outros eventos públicos, bem como a realização de ações de formação e cursos de Língua Gestual.

O programa VISEU HABITA conheceu hoje um “upgrade”, passando agora a valorizar obras de melhoria da eficiência energética e do comportamento térmico das habitações.  O objetivo é garantir melhores níveis de conforto habitacionais, com efeitos óbvios no bem-estar e saúde das pessoas. Assim, a comparticipação máxima do Viseu Habita é incrementada em 20%, passando dos 5.000 euros para os 6.000 euros. Recorde-se que, desde 2014, o programa já beneficiou um total de 564 famílias, num montante global que ultrapassa os 3,6 milhões de euros (em conjunto com o VISEU SOLIDÁRIO).

Aprovadas intervenções na Ponte de Prime e Estação de Torredeita

Por último, o Executivo aprovou hoje a adjudicação de duas importantes obras. A primeira, na Ponte de Prime, um investimento que ronda os 250 mil euros. Foi ainda adjudicada a reabilitação do edifício da Estação de Torredeita, no valor de 155 mil euros.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
pexels-marina-hinic-199169-730778
Aeroporto: Criada petição para defender nome de Aristides de Sousa Mendes
2
Académico_de_Viseu
Marítimo empata em Viseu e falha acesso ao play-off de subida à I Liga
3
tondela
AVS perde, mas garante play-off de subida com empate do Marítimo
4
2024-05-19 CerimoniaDoacao_Conferencia_HumbertoDelgado_imagem
ENTREVISTA: Fotografias da campanha de Humberto Delgado escondidas durante 50 anos descobertas em Lamego

Artigos relacionados

pexels-los-muertos-crew-8460033 (1)
pexels-boom-12585940
pexels-blooddrainer-566496
Viseu Sé
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
pexels-marina-hinic-199169-730778
Aeroporto: Criada petição para defender nome de Aristides de Sousa Mendes
pexels-los-muertos-crew-8460033 (1)
Urgências pediátricas em Viseu encerradas durante a noite a partir de junho
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional
Académico_de_Viseu
Marítimo empata em Viseu e falha acesso ao play-off de subida à I Liga