Município de Mêda lança concurso para Área de Acolhimento Empresarial

792

O município de Mêda, no distrito da Guarda, tem a decorrer o concurso público para construção de uma Área de Acolhimento Empresarial, que irá disponibilizar cerca de 20 lotes de terreno para empresas, foi hoje anunciado.

“A nossa previsão [do executivo da Câmara Municipal] é que em abril estejamos em condições de arrancar com a obra”, disse hoje à agência Lusa o autarca Anselmo Sousa.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Mêda, trata-se de uma obra considerada “estruturante” para o concelho, que representa um investimento global de cerca de dois milhões de euros e tem uma comparticipação de 70% por fundos comunitários.

Anselmo Sousa admite que com a nova Área de Acolhimento Empresarial o município poderá captar novos investidores para o território e fortalecer o seu tecido económico.

“Já temos vários pequenos e médios empresários interessados em investirem ali [na nova zona industrial] e será uma mais-valia para o nosso concelho”, disse.

O projeto da nova Área de Acolhimento Empresarial integra o loteamento, a abertura de acessos e de arruamentos e a instalação de várias infraestruturas como redes de abastecimento de água e de drenagem de águas residuais e pluviais, redes elétricas e de iluminação pública, de gás e telecomunicações e obras de integração paisagística.

A nova zona empresarial está projetada para junto da estrada que faz a ligação entre a cidade de Mêda e a aldeia de Ranhados.

O concelho de Mêda está situado numa zona montanhosa de transição entre o Planalto Beirão e o Alto Douro e possui uma população que ronda os 5.202 habitantes, segundo informação da autarquia.

O município é limitado a norte e nordeste pelo concelho de Vila Nova de Foz Côa, a sudeste por Pinhel, a sul por Trancoso e a oeste por Penedono.