Jardins Efémeros realizam-se em julho em Viseu com o tema da incerteza

376

A incerteza é o tema da décima edição dos Jardins Efémeros, que se realizarão em Viseu de 08 a 16 de julho e contarão com artistas de Portugal, México, EUA, Finlândia, Japão, Reino Unido, Alemanha e Polónia.

“Decorrente da nossa visão e missão, precisamos e queremos ser surpreendidos com o desconhecido, onde a incerteza é a constante”, justifica a organização, num comunicado hoje divulgado.

Segundo a organização, a programação dos próximos Jardins Efémeros está “quase concluída” e será anunciada em breve.

“Para concluirmos o programa, convidamos a comunidade artística nacional e internacional para nos propor obras sonoras, de artes visuais, de arquitetura ou de design, nas três diferentes chamadas artísticas que produzimos e que agora disponibilizamos”, avisa.

As propostas devem ser apresentadas até 26 de maio.

No ano passado, as iniciativas dos Jardins Efémeros concentraram-se no Parque Aquilino Ribeiro, ao invés do centro histórico de Viseu, devido às restrições impostas pela covid-19, e tiveram como tema “A palavra e as linguagens”.