Jardins Efémeros de Viseu vão ter "Cidade Invisível" e "Casa da Imaginação"

A “Cidade Invisível” e a “Casa da Imaginação” são dois projetos que prometem marcar a edição deste ano do festival multidisciplinar Jardins Efémeros, que decorrerá em Viseu, de 08 a 16 de julho.

A “Cidade Invisível” propõe “uma reflexão sobre o espaço privado/espaço público e a coabitação potenciadora da relação bidirecional entre o indivíduo e o coletivo”, avançou hoje a associação Pausa Possível, que organiza o festival.

Vários exercícios criativos serão desenvolvidos “partindo de lugares/não-lugares do centro histórico de Viseu”, no âmbito deste projeto que está a ser desenvolvido por alunos da Escola Superior de Educação de Viseu e da Escola Secundária Viriato.

A “Casa do Sonho” continuará a existir, com a realização de sete oficinas em escolas (entre 20 e 24 de junho), mas a este projeto educativo irá juntar-se outro, a “Casa da Imaginação”.

Segundo a organização, este novo projeto propõe “um espaço para todos os que queiram participar e praticar a reflexão e o pensamento crítico, adquirindo os atributos necessários para se tornarem cidadãos democráticos”.

Será criado “um local que estará aberto diariamente, orientado para a educação artística, para servir públicos de todas as idades e imaginações”, com 17 oficinas, divididas por 152 sessões, acrescentou.

Os Jardins Efémeros desafiaram artistas de todo o mundo a promover a diversidade musical, artística e estética. Foram submetidas 67 candidaturas a esta chamada de artistas sonoros, sendo 15% do distrito de Viseu, 69% do resto do país e 16% internacionais.

As propostas selecionadas foram as de Yamila (que dança entre a música eletrónica e analógica), Nuno Morão (que mostrará o seu projeto de percussão a solo), Wipeout Beat (uma banda de três veteranos no panorama musical de Coimbra) e Rachika Nayar (compositora e produtora do Brooklyn, que cria música ao explorar as possibilidades expressivas da guitarra por meio de processamento digital).

A organização anunciou também hoje que os Jardins Efémeros “vão receber um projeto que cruza os diferentes géneros musicais de Pino Palladino, Sam Gendel, Blake Mills e Abe Rounds e, simultaneamente, explora a versatilidade musical destes artistas”.

Nesta edição, também “a possibilidade de partilhar a demanda para encontrar uma música que ainda não foi ouvida de Vladislav Delay vai ser um dos grandes momentos da programação deste ano”, frisou, acrescentando que o músico finlandês tem “um repertório de diversos géneros musicais e com a colaboração de múltiplos artistas”, como Scissor Sisters, Craig Armstrong, AGF, Black Dice, Massive Attack, Towa Tei e Ryuichi Sakamoto.

Em maio, a organização já tinha anunciado a presença no festival dos artistas Sam Gendel, Mieko Suzuki, Heather Leigh, AGF e Hatis Noit.

“Todos os artistas mencionados farão uma apresentação única, na Península Ibérica, no âmbito dos Jardins Efémeros”, e “Sam Gendel, Mieko Suzuki e Heather Leigh terão a sua primeira apresentação a solo, em Portugal”, sublinhou.

Este ano, os Jardins Efémeros juntam-se à ação artística coletiva Mantra da Paz, convidando comunidades e participantes individuais a colaborarem na construção de uma peça de 2.160 quadrados bordados com a palavra paz, “como apelo local aos governantes nos seus compromissos com os processos de paz e sustentabilidade”.

Com o tema da incerteza, os Jardins Efémeros deixam a promessa de voltar a transformar o centro histórico de Viseu “num espaço de encontro pela mão de artistas locais, nacionais e internacionais”, ao realizar um evento que tem uma “forte componente multidisciplinar”, juntando artes visuais, arquitetura, cinema, som, dança, teatro, polis, mercados e oficinas.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Novo Parque de Lazer do Bairro da Ponte inaugurado no domingo em Lamego
2
image001 (8)
Fábrica de esfregões Favir em leilão público por mais de 1,1ME
3
Viseu
Aeroporto: Viseu aceita interesse nacional acima do regional e luta por ferrovia
4
IMG_0003
Câmara de Mangualde vai requalificar Parque Urbano Ana de Castro Osório

Artigos relacionados

Viseu Sé
2024-05-19 CerimoniaDoacao_Conferencia_HumbertoDelgado_imagem
polícia psp
Museu Terras de Besteiros 1
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Viseu Sé
Diocese de Viseu com menos 34 padres no ativo do que em 2015
2024-05-19 CerimoniaDoacao_Conferencia_HumbertoDelgado_imagem
ENTREVISTA: Fotografias da campanha de Humberto Delgado escondidas durante 50 anos descobertas em Lamego
polícia psp
Cinco pessoas detidas por suspeita de tráfico de droga na região de Viseu
Museu Terras de Besteiros 1
Museu Terras de Besteiros cria roteiros para alunos do segundo ciclo em Tondela