Homem e mulher suspeitos de venda de material de jogo ilegal em Santa Comba Dão

1019

Um homem e uma mulher de 32 e 51 anos, respetivamente, que exploram estabelecimentos em Santa Comba Dão, foram constituídos arguidos por venda de material de jogo ilegal, anunciou a GNR.

Em comunicado, a GNR referiu que, no âmbito de uma ação de fiscalização em estabelecimentos, os seus militares “detetaram e apreenderam diverso material de jogos de fortuna ou azar, destinado à sua venda”.

A GNR apreendeu conjuntos dos jogos Poker (17), Bingo (quatro), Roleta (dois) e 66 canhões de confettis e elaborou dois autos de contraordenação.

“A dependência no jogo é reconhecida como uma patologia, sendo necessário estar alerta aos sinais que revelem a adição do jogador, pois é comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho, contraiam grandes dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo”, recordou.