Governo promete acelerar requalificação do IP3

O ministro das Infraestruturas, João Galamba, comprometeu-se a desenvolver esforços para acelerar a requalificação do Itinerário Principal (IP) 3, entre Viseu e Coimbra, atendendo à importância que esta estrada tem para a região Centro.

“Farei tudo ao meu alcance para, em articulação com a Infraestruturas de Portugal, acelerarmos o desenrolar desta obra e termos o lançamento da empreitada entre o segundo e o terceiro trimestre de 2023, e máquinas no terreno em 2024”, afirmou o governante, durante uma cerimónia em Viseu.

Referindo-se àquela que “é a maior obra rodoviária financiada pelo Orçamento do Estado”, o ministro admitiu os atrasos que tem havido.

“O projeto do IP3 tem sofrido alguns atrasos face ao planeado, não só pelas restrições impostas pelo período de pandemia, mas também devido à dimensão e complexidade do projeto, e ao atraso no processo de Avaliação de Impacte Ambiental”, justificou.

Por isso, tem “acompanhado de perto o empenho da Infraestruturas de Portugal para dar sequência às solicitações das diferentes entidades e também a articulação que tem sido feita com a Agência Portuguesa do Ambiente”.

“Sabemos bem da relevância desta estrada que atravessa seis concelhos (Coimbra, Penacova, Mortágua, Santa Comba Dão, Tondela e Viseu), pertencentes aos distritos de Coimbra e Viseu, e que tem impacto na área de duas Comunidades Intermunicipais”, acrescentou.

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas (PSD), também aproveitou o seu discurso para falar do IP3, mas não da requalificação do atual traçado.

“Senhor ministro, pedia-lhe encarecidamente que levem a Bruxelas a possibilidade de financiar o IP3 e torná-lo numa autoestrada”, disse o autarca.

Fernando Ruas contou que, numa recente deslocação a Bruxelas, percebeu que, “se houvesse justificação, pelo Governo do Estado membro respetivo, para haver a obra, ela poderia ser financiada”.

“Tive oportunidade de dizer que não vejo nenhuma outra estrada, se calhar na Europa, onde seja mais fácil justificar a sua duplicação”, frisou o antigo eurodeputado.

Por isso, Fernando Ruas disse esperar que o Governo português leve à Direção Geral de Política Regional (DG Regio) da Comissão Europeia “a possibilidade de financiar esta estrada com perfil de autoestrada”.

“O senhor ministro acabou de afirmar, com a senhora ministra (da Coesão) Ana Abrunhosa, que o IC (Itinerário Complementar) 31, que liga a (autoestrada) A23 à fronteira espanhola, vai ter perfil de autoestrada. Ninguém daqui perdoaria o Governo se não fizesse a mesma coisa em relação ao IP3. Ninguém perdoaria”, sublinhou.

O autarca social-democrata aproveitou ainda a presença de João Galamba para dizer que assistiu à apresentação do Plano Ferroviário Nacional e viu, “com muito gosto, que Viseu está apontado para a alta velocidade”, no eixo Aveiro – Vilar Formoso.

“É evidente que não nos agrada o horizonte temporal. Eu próprio não verei nunca essa obra concretizada”, referiu.

E acrescentou um pedido: “Gostaria que o senhor ministro deixasse aqui esse compromisso de que a ferrovia, quando vier, é mesmo por aqui, até para cumprir o desígnio do Governo, que nos prometeu, há muito tempo, que cada capital de distrito seria servida por via férrea”.

“Tendo por base o desígnio de levar a ferrovia a todas as capitais de distrito, o comboio tem mesmo de regressar a Viseu. Portugal precisa e o distrito de Viseu merece”, respondeu-lhe o governante.

João Galamba lembrou que “o Plano Ferroviário Nacional, que está em consulta pública até ao final do mês, prevê a construção de uma nova ligação ferroviária entre o litoral e o interior Centro, no eixo Aveiro – Viseu – Guarda – Vilar Formoso”.

“Estamos, por isso, convictos de que, em breve, Viseu deixará de ser a maior cidade da Europa sem ligação ferroviária, sendo certo que isso vai permitir catapultar o crescimento desta região e melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes, assegurando melhores ligações ao resto do território nacional”, acrescentou.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
3
pexels-blooddrainer-566496
Mata do Fontelo, em Viseu, vai ser classificada monumento nacional 
4
espetáculo teatro
Festival de Teatro Jovem e Amador de Viseu arranca na sexta-feira

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu