Feira de São Mateus em Viseu de novo cancelada

453

A Feira de São Mateus, que deveria realizar-se entre 05 de agosto e 12 de setembro, em Viseu, foi cancelada, estando a ser preparado um programa de animação cultural alternativo para o verão.

Em comunicado hoje divulgado, a Câmara de Viseu (promotora) e a Viseu Marca (responsável pela organização executiva) justificam o cancelamento, pelo segundo ano, com a “incerteza relativamente à legislação e normas a aplicar aos eventos de verão” e com “os condicionamentos de segurança e económicos suscitados pelo contexto pandémico”.

A presidente da Câmara de Viseu, Conceição Azevedo, refere que, “apesar de se tratar de uma decisão difícil, foi devidamente ponderada”.

Segundo a autarca, o facto de o centro de vacinação da covid-19 se situar no Pavilhão Multiusos de Viseu, que “se mantém como uma prioridade absoluta”, condicionaria a realização da Feira de São Mateus, por impossibilitar a instalação dos operadores naquele espaço.

“O espetro legal relacionado com o cenário dos eventos de verão não é ainda claro e não podemos adiar eternamente a decisão. À luz da realidade de hoje, uma alternativa para animação do período de verão em Viseu será o mais prudente do ponto de vista de segurança, mas também do ponto de vista económico”, explica.

A Câmara avança que está a preparar um programa de animação cultural para o verão “e a Viseu Marca deverá participar do mesmo, associando-se à instalação de tradições do feirar na cidade”.

A presidente da Viseu Marca, Cristina Paula Gomes, considera que “esta é a decisão possível num contexto de incerteza que implicaria a realização de uma Feira de São Mateus diminuída ou até descaracterizada”.

“Queremos a nossa feira de volta, mas com a sua identidade e força inalteráveis. A experiência do verão de 2020 foi muito importante e permitirá trazer um modelo atrativo para os visitantes e capaz de impulsionar a atividade económica de muitos operadores fortemente afetados pelo contexto pandémico”, sublinha.

Em março, a Viseu Marca abriu as inscrições para os expositores da Feira de São Mateus, apesar das incertezas provocadas pela pandemia de covid-19.

“Trabalhar para criar as condições para a realização da Feira de São Mateus é o nosso dever”, referiu, na altura, Cristina Paula Gomes, sublinhando o “impacto que representa para a economia de toda a região”.

Em 2020, devido ao cancelamento da Feira de São Mateus, foi criado o Cubo Mágico, “um programa de verão alternativo e seguro”, realizado entre 21 de julho e 21 de setembro e que teve como objetivo a retoma económica local e a reanimação cultural e turística de Viseu. Em 18 locais da cidade, ocorreram mais de 500 iniciativas.