Empresas foram esquecidas no orçamento para 2019

O Presidente da NERC – Associação Empresarial da Região de Coimbra, Horácio Pina Prata, em nome da Direção da NERC afirma que mais uma vez o interior do País e as Empresas foram esquecidas no Orçamento do Estado para o próximo ano.

“Mais uma vez as empresas são esquecidas e há um aumento de impostos por via indireta, e para as empresas nem a estabilidade fiscal é atingida”, acrescentou.

Neste momento, em Portugal, as taxas e taxinhas espalham-se a uma velocidade assustadora tal como acontece nas comissões dos Bancos. A maioria destas taxas distorce as escolhas dos agentes económicos, e portanto, constitui um entrave ao bom funcionamento da economia.

Como é possível o aumento da tributação autónoma dos veículos em posse das empresas sabendo que é no interior que as empresas precisam de afetar mais recursos para deslocações em viaturas/vendas, etc.

Para o responsável foi uma “oportunidade perdida para estimular as empresas e para valorizar o Interior e o apoio à atração de investimento nacional e estrangeiro por essa via”.

Horácio Pina Prata disse ainda que espera que o novo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, “tenha mais força que os anteriores para bater o pé às Finanças” bem como aproveite para dinamizar a economia e o apoio às empresas no Interior do Pais e a atração de investimento nas regiões que precisam de dinamização e apoio ao emprego.

Mais questiona a NERC, onde estão no orçamento de estado ações e medidas concretas do efeito do pacote de descentralização nas regiões do interior? Porque continuamos com um estado centralista de apoio a Lisboa e Porto no seu dia a dia. Será que são são só as famílias de Lisboa e Porto a ter passes mais baratos para os transportes?

Não chega num orçamento de mobilização de políticas de apoio às empresas e ao Interior com “redução do IRC para as empresas no interior“ e “eliminação do PEC“, precisamos dum orçamento de mobilização de pessoas para o interior  com uma política drástica  de redução do pagamento de  IRS para quem trabalhe e se fixe no interior, já que as empresas precisam de “pessoas“.

 

Partilhar
Autor
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
pexels-pixabay-47730
Quase 100 pessoas impedidas de entrar em recintos desportivos em 2024 – APCVD
2
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
3
CINFAES
Câmara de Cinfães atribui mais de 100 mil euros em 216 bolsas de estudo
4
santa comba dão
Autarca de Santa Comba Dão considera que “há outras maneiras” de celebrar democracia

Artigos relacionados

RR01122021SOFIAMOREIRADESOUSA0040-Copy-scaled-1-1536x1156
miguel-a-amutio-QDv-uBc-poY-unsplash
johann-walter-bantz-HG1pkXN7SVA-unsplash
imagem_2021-08-09_195357
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Fique por dentro das últimas novidades e conteúdo exclusivo.
Procurar
Últimas notícias
pexels-pixabay-47730
Quase 100 pessoas impedidas de entrar em recintos desportivos em 2024 – APCVD
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
CINFAES
Câmara de Cinfães atribui mais de 100 mil euros em 216 bolsas de estudo
santa comba dão
Autarca de Santa Comba Dão considera que “há outras maneiras” de celebrar democracia