EMPRESÁRIOS DO TERRITÓRIO DAS ALDEIAS DE MONTANHA RECLAMAM “DISCRIMINAÇÃO POSITIVA” NOS APOIOS À HOTELARIA E RESTAURAÇÃO

A Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede de Aldeias de Montanha (ADIRAM), em parceria com a consultora Blue Earth, organizou no passado dia 20 de maio uma videoconferência sobre as novas perspetivas e desafios do Turismo no interior de Portugal. Intitulado “(Re)desenhar o papel do Turismo no Interior em tempo de COVID-19”, este webinar reuniu uma audiência com mais de 2 centenas de pessoas e contou com a presença de José Francisco Rolo, Presidente da ADIRAM, Pedro Machado, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, Luís Tadeu e José Carlos Alexandrino, respetivamente, Presidentes das Comunidades Intermunicipais das Beiras e Serra da Estrela e Região de Coimbra, assim como empresários, consultores e agentes de desenvolvimento e turismo.
Nesta conferência online ficou destacado o trabalho dos autarcas da região das Beiras e Serra da Estrela e da região de Coimbra, quer na gestão do processo do Covid-19, decisivo para suster a propagação do vírus nesta zona do país, quer na sensibilização das respetivas comunidades. Atualmente, os habitantes das Aldeias de Montanha têm perfeita noção do que é ser um agente de saúde pública e a importância do cumprimento das regras da Direção Geral de Saúde.
Os empresários da região apelaram ao papel cimeiro das autarquias, por via das CIMS, no apoio robusto e estruturado aos pequenos e médios negócios e à necessidade de valorização de toda uma cadeia de valor existente. Medidas como isenção de IMI para as empresas mais afetadas pela pandemia ou a redução do IVA e de algumas taxas municipais foram algumas das propostas avançadas, registando-se que a política pública está a tratar de maneira igual aquilo que é diferente. Houve unanimidade em defender que as empresas do setor da hotelaria e restauração do Interior “deverão ter instrumentos de apoio específicos”, apelando para uma “discriminação positiva” nos instrumentos de apoio.
Outro aspeto abordado pelos empresários refere-se ao mecanismo de lay-off. De uma maneira geral, todos consideram que deverá estar mais alinhado com as necessidades das empresas hoteleiras. Mesmo em casos de faturação zero carecem de trabalhos de manutenção, gestão e marketing. Segundo os presentes, estas funções poderiam ser desempenhadas por trabalhadores em lay-off, em horário parcial, ainda que mantendo-se o lay-off total. Para os empresários, desta forma evitava-se sobrecarregar as empresas sem faturação com encargos adicionais que não conseguem suportar, sem prejudicar a remuneração auferida pelos trabalhadores. “Ficam assim criadas condições para manter a relação entre os trabalhadores e a sua empresa, num momento em que a empresa mais necessita do seu principal activo, as pessoas. Não devemos deixar que o lay-off seja um instrumento de desagregação da empresa”, sublinhou João Tomás, proprietário da Casa das Penhas Douradas e Casa de São Lourenço – Burel Mountain Hotels.
A burocracia e a demora das entidades bancárias em disponibilizar o dinheiro às empresas foram apontadas por Rui Tomás Marques, CEO da consultora Blue Earth, como os principais entraves e dificuldades para os empresários.
Uma proposta mais disruptiva foi ainda defendida por José Carlos Alexandrino, Presidente da CIM da Região de Coimbra e Presidente da Câmara Municipal de Oliveira dos Hospital, adiantando “uma injeção de 30 milhões de euros, à semelhança do que está a ser feito por outros países, montante que seria distribuído pelas famílias, em cheques vale para utilizar em férias no interior do país no valor de 500 euros”. Esta medida, segundo o autarca, “representaria uma injeção direta na economia local e nas empresas do setor do turismo do interior do país, que necessitam de apoios para retomar a normalidade. Numa primeira fase iria abranger 40.000 famílias”, avançou o responsável.
O Presidente da FIBNET Portugal, França e Arábia Saudita, Amândio Dias, ressalvou que as Aldeias de Montanha devem aproveitar esta crise “para alavancar o desenvolvimento da região num projeto de conectividade capaz de vencer as dificuldades de acessibilidade aos territórios de montanha, aproximando as populações e eventuais novos residentes ao conforto dos serviços prestados à distância. Atrair não só turistas, mas os novos nómadas do teletrabalho”.
Os intervenientes foram ainda unânimes em relevar a importância e os atributos do Interior e Centro de Portugal. Consideraram ser esta a oportunidade de olharmos para este território de uma forma alternativa como destino turístico de verão – as praias fluviais, as lagoas, a Natureza, as gentes genuínas, a qualidade do Ambiente, a segurança, a confiança, o potencial para a prática de desportos ao ar livre, e a paz que se consegue fora dos grandes aglomerados citadinos são atributos incontestáveis do territórios da Aldeias de Montanha e da Região interior centro.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
Rossio Viseu
Prejuízo de 1,5 ME nos transportes públicos leva Câmara de Viseu a abrir concurso
3
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu