Custos energéticos são a “maior queixa” de empresários em Viseu – deputados PSD

Os deputados sociais-democratas eleitos pelo círculo eleitoral do distrito de Viseu disseram, à agência Lusa, que a “maior queixa” que recebem dos empresários, assim como no setor social, passa pelos custos energéticos.

“Neste momento, o maior peso que temos sentido nas empresas é a energia. É o colapso de muitas empresas. É o aumento dos preços de gás, dos preços de energia e para os quais o Governo não teve resposta nenhuma”, afirmou Hugo Carvalho.

O deputado deu como exemplo Espanha, onde o Governo “baixou o IVA da energia e ponto. E o primeiro-ministro [português] anda a dizer desde outubro do ano passado que para baixar o IVA da energia tem de pedir à União Europeia”.

Em declarações à agência Lusa, após dia e meio de visitas a empresas e instituições de solidariedade social do distrito, “como é habitual fazer às segundas-feiras”, Hugo Carvalho sustentou que, um ano depois de eleições legislativas, “o distrito está igual”.

“O gás tem fechado empresas no país e especialmente aqui. O preço de gás tem fechado empresas no país, tem desligado fornos, tem fechado fornos, é uma realidade. O preço da energia tem colocado problemas enormes”, sublinhou.

Hugo Carvalho contou que, nas visitas realizadas esta segunda-feira, a uma empresa de peixe congelado “tem custos brutais com a energia, mas que ainda escolheu não transferir já esse custo para os consumidores”.

“Mas quando acabarem essas almofadas às empresas isso vai-se refletir no custo da comida e por isso é que nós dizemos tantas vezes ao Governo que era importante baixar impostos na energia, por que se não contaminam o resto do mercado todo, o peixe fica mais caro e a carne também”, realçou.

O deputado acrescentou que tem sentido, na generalidade das empresas, que o custo da energia “é o que mais preocupa, até nas instituições de solidariedade social”, em que há casos em que “o aumento anual passou de 80.000 euros para 300.000” euros.

A juntar a estes custos, continuou, o dinheiro que o Estado paga por quilómetro, aos bombeiros, ou por cada criança e idoso que está em instituições, “estabilizou há uma série de anos” e, entretanto, “houve aumentos, nomeadamente no combustível”.

“O Estado não quer nenhuma responsabilidade em atualizar e o PS olha para isto e diz: é o apoio do Estado. E nós olhamos para isto e dizemos: é a obrigação do Estado, porque as instituições estão a cumprir um papel que é do estado”, afirmou.

Hugo Carvalho reforçou que “o PS não atualizou preço de subsídio nenhum, de subvenção nenhuma, para coisa nenhuma no setor social” e a segurança social “ainda diz que têm de escolher a quem apoiam”.

“Uma pequena associação que começou a ter mais solicitação e, em vez de apoiar 12 idosos, já ia nos 20 e tal e a Segurança Social disse-lhes: se têm 20 e tal não tivessem, escolham 10 e apoiem-nos. Isto é de uma crueldade de quem acha que é dono do Estado”, acusou o deputado referindo-se a uma IPSS que visitou em Cinfães.

Entre a lista de “problemas graves” existentes no distrito, Hugo Carvalho apontou ainda o “péssimo estado” de “algumas estradas nacionais” (EN) que precisam de “obras de dois ou três milhões de euros” (ME).

“Temos, por exemplo, a EN 225, que liga Castro Daire a Arouca, que são cinco ME de requalificação numa estrada que é terrível e isso não aparece (…), é inacreditável”, indicando o dinheiro que existe no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Num “distrito enorme” como o de Viseu, “falar de mobilidade é falar de saúde, de educação e de justiça, é falar dos direitos mais básicos do mundo” e “muitas vezes as pessoas não vão ao hospital, porque é preciso lá chegar”.

“Nasci aqui em 1990 e os investimentos públicos que conheço, trazer do orçamento de Estado (OE) para cá, são talvez o hospital e talvez… Nem sei, além do hospital, público, não conheço mais nada”, afirmou.

Partilhar
Autor
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
2
Viseu
Centro histórico de Viseu sem carros ao fim de semana até setembro
3
Académico_de_Viseu
Mafra vence Académico em Viseu com um golo de Falé
4
polícia psp
Homem de 74 anos morre em acidente com máquina agrícola em Viseu

Artigos relacionados

pexels-pixabay-47730
CINFAES
santa comba dão
urgências médico hospital
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Fique por dentro das últimas novidades e conteúdo exclusivo.
Procurar
Últimas notícias
pexels-pixabay-47730
Quase 100 pessoas impedidas de entrar em recintos desportivos em 2024 – APCVD
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
CINFAES
Câmara de Cinfães atribui mais de 100 mil euros em 216 bolsas de estudo
santa comba dão
Autarca de Santa Comba Dão considera que “há outras maneiras” de celebrar democracia