Conferência Episcopal manifesta pesar pela morte de bispo emérito de Viseu

354

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou hoje, em comunicado, “o sentido pesar” pela morte do bispo emérito de Viseu, Ilídio Leandro, ocorrida hoje no Hospital de São Teotónio, naquela cidade.

Num comunicado assinado pelo secretário da CEP, Manuel Barbosa, os votos de pesar são estendidos “particularmente aos seus familiares e aos diocesanos de Viseu que Dom Ilídio serviu com toda a dedicação ao longo do seu ministério sacerdotal e episcopal”.

“Manifesto igualmente um forte reconhecimento pelo seu prestimoso contributo no seio da Conferência Episcopal, nomeadamente nas suas comissões e outros serviços”, continua o documento, que faz ainda referência à “grande serenidade” que Ilídio Leandro “manteve durante a grave doença que o atingiu nos últimos anos da sua vida”.

O antigo bispo de Viseu Ilídio Leandro morreu hoje, aos 69 anos, vítima de doença, informou a Diocese de Viseu.

O prelado era natural de Rio de Mel, Pindelo dos Milagres (S. Pedro do Sul), onde nasceu em 14 de dezembro de 1950.

Foi ordenado padre em 25 de dezembro de 1973 e bispo no dia 23 de julho de 2006.

Ilídio Leandro tinha recebido em 2018 o Viriato de Ouro, a “mais elevada e rara distinção” do município de Viseu, que anunciou já que a bandeira do concelho será colocada a meia haste durante três dias.