Cinfães investe 850 mil euros no alargamento do transporte gratuito a alunos

200

A Câmara Municipal de Cinfães anunciou ontem que vai investir cerca de 850 mil euros para alargar o transporte gratuito aos alunos que vivam a mais de dois quilómetros da escola e não a mais de três, como acontece.

“Atualmente, o transporte é assegurado gratuitamente, de acordo com a legislação em vigor, aos alunos que residem a mais de três quilómetros do estabelecimento de ensino que frequentam, mas no próximo ano letivo o Município decidiu alterar para dois quilómetros”, diz o município.

Segundo a nota de imprensa, a decisão saiu do Conselho Municipal de Educação que aprovou, na segunda-feira, o Plano de Transportes Escolares para 2021/2022.

O documento prevê a “continuidade da oferta do transporte para todos os alunos, desde o pré-escolar até ao ensino secundário”, desde que residam a mais de dois quilómetros da escola.

“Graças a esta alteração passarão a ser beneficiados mais 200 alunos residentes nos lugares do Couto, Girassol, Fonte Coberta, Travassos, Cidadelhe, Paúves, Cruz de Bouças e Cemitério/Vila Chã”, freguesias do concelho de Cinfães, a norte do distrito de Viseu.

Assim, “os encargos financeiros são assegurados na totalidade pelo Município, num investimento que ronda os 850 mil euros e cujo objetivo é o combate ao abandono escolar e o apoio às famílias cinfanenses para quem esta medida representa uma significativa poupança”.

A título de exemplo, a Câmara de Cinfães explica que “uma família da Gralheira poupa, num ano letivo, por aluno, 990 euros, e, no caso de Escamarão, a poupança é na ordem dos 747 euros e de 654 aos que residem em Nespereira”.

Estão contemplados 1.200 alunos, que passarão a 1.400 em 2021/2022.