Centro de Acolhimento ao Turista de Natureza na Praia Fluvial de Segões

522

Os dois edifícios (bar e balneários) que há mais de duas décadas dão apoio a banhistas, veraneantes e turistas na Praia Fluvial de Segões, Moimenta da Beira, vão ser requalificados, ampliados e reconvertidos num Centro de Acolhimento ao Turista de Natureza. Tudo graças a uma candidatura da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, ao Portugal 2020, que acaba de ser aprovada no valor de 210 mil euros.

O Centro de Acolhimento é uma extensão (a 2ª fase) do Parque Paiva Natura, que inaugurou recentemente algumas valências, entre elas dois percursos, um pedonal e outro automóvel, com sinalética apropriada, em que o visitante pode ficar a conhecer tanto a história das cinco aldeias por onde passa, como também sobre a natureza e a sua biodiversidade através de painéis estrategicamente colocados ao longo dos percursos. Junta-se a tudo isto outra valência já disponível: o estudo da riquíssima fauna e flora existente em todo o território do Parque que está integrado na Rede Natura 2000 e de que faz parte o Rio Paiva, um dos cursos de água menos poluídos da Europa.

Programadas para o Parque estão ainda outras valências, como passadiços junto ao rio, alojamentos ecológicos, restaurantes típicos, ações de interação com a Fundação Aquilino Ribeiro e a integração em redes nacionais e internacionais de turismo de natureza, promovendo desta forma a criação de valor, o desenvolvimento sustentável e a coesão territorial.

O projeto do Centro de Acolhimento ao Turista de Natureza, integrado neste plano maior, reveste-se assim de importância capital para quem visita o Parque. Incluirá um espaço interpretativo do Parque Paiva Natura e outros de acolhimento caloroso ao turista, através de mostras da região, tanto em termos da fauna e da flora, como ainda de atividades, produtos e gastronomia, para que lhe apeteça ficar e que fique.