Campeonato Nacional de Downhill na Montanha da Penha – Guimarães

417

Guimarães acolhe no dia 20 de setembro o Campeonato Nacional de Downhill que será disputado na Montanha da Penha. A prova será realizada no cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde e das normas concertadas entre aquela entidade e a Federação Portuguesa de Ciclismo. O Campeonato Nacional de Downhill é promovido pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Federação Portuguesa de Ciclismo com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães e da Irmandade da Penha, entre outras entidades.

Na retoma das atividades de ciclismo no Minho e depois da realização da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico no Centro de Ciclismo do Minho (Souto Santa Maria), Guimarães será palco do Campeonato Nacional de Downhill que contará com a presença dos melhores pilotos desta vertente do ciclismo.

Será na mítica e renovada pista de Downhill da Montanha da Penha que serão atribuídos os títulos de Campeões Nacionais em todos os escalões etários.

No Campeonato Nacional de Downhill a disputar na Penha, além de outras limitações, será obrigatório o cumprimento de diversas normas, entre as quais a de utilização de máscara e de distanciamento social.

O Campeonato Nacional de BTT Downhill é uma prova individual cronometrada realizada num percurso com perfil descendente que integra diversos sectores (zonas estreitas e largas, trilhos florestais, de relva e rochosos) e por secções técnicas e rápidas. O formato da prova integra uma descida (manga de qualificação) que determina a ordem de partida da descida oficial (manga final) em que é vencedor o corredor mais rápido.

A pista da Penha começará na Rua Monsenhor Araújo Costa (junto ao Mini Golfe) e terminará na Rua Monte de Santa Catarina.

 

 

Ricardo Costa “Orgulho e regozijo por Guimarães estar na retoma de uma atividade tão importante”

 

Ricardo Costa, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Guimarães, considera ser “motivo de orgulho e regozijo estar na retoma de uma atividade desportiva tão importante como é o ciclismo”, salientado que a Cidade Berço “está na linha da frente nesta altura em que não existem orientações claras da DGS para a atividade física”. “Deixamos aqui um sinal claro que é possível viver dentro desta nova normalidade. É importante que todos os territórios estejam comprometidos com uma necessidade que é fundamental e que passa por esta nova normalidade e pela abertura, neste caso, da atividade física”, afirmou o autarca.

O Vereador do Desporto da autarquia vimaranense destacou que a Penha “é um pulmão verde muito importante e que possui condições ímpares e naturais para receber a prova de Downhill” e lembrou que “Guimarães aposta claramente na cultura e no desporto, primando pela diversidade, desde o ciclismo ao hóquei em patins, pretendendo ser um Município eclético, com uma vasta oferta de desportos para ninguém ficar para trás”.

 

 

Roriz Mendes: “A Penha é um palco natural e com tradições no ciclismo”

 

Roriz Mendes, Juiz da Irmandade da Penha, comentando a escolha da Penha para o Campeonato Nacional de DownHill, disse ser “com enorme prazer e orgulho que vamos receber esta iniciativa”. “A Penha é um palco natural para vários tipos de evento – com fortes tradições na área do ciclismo – e a ACM escolheu um excelente local para realizar esta prova e os ciclistas vão encontrar um espaço magnifico para desenvolver a sua”.

Roriz Mendes encara o regresso das provas de ciclismo com muito otimismo: “estamos a falar de uma modalidade que se pratica ao ar livre e, neste caso, num Monte com todas as condições para a prática da vertente. Nós temos de aprender a conviver com o vírus, respeitar a forma como ele se transmite, mas sem sermos vencidos pelo medo”, salientou.