Câmara de Estarreja vai testar 775 utentes e profissionais de lares

407

A Câmara de Estarreja, no distrito de Aveiro, vai avançar com uma operação de testes de despiste da covid-19 em todos os lares do concelho, abrangendo 775 utentes e funcionários, informou ontem a autarquia.
“Apesar do anúncio do Governo da disponibilização de testes na zona centro do país, a resposta do Sistema Nacional de Saúde tarda em chegar e para a Câmara Municipal de Estarreja não há tempo a perder”, refere uma nota camarária.
A autarquia diz que é necessário “despistar o mais rápido possível” e, por isso, tem assegurado a realização de testes à covid-19 nas instituições com resposta social para a terceira idade.
“As notícias que falavam de testes para os lares não são claras e não vislumbramos a sua disponibilidade. Atendendo às suas idades avançadas, os utentes destas instituições são e estão vulneráveis. Precisamos de criar resiliência e não o conseguimos fazer se não os testarmos”, referiu o presidente da Câmara de Estarreja, Diamantino Sabina, citado na nota.
De acordo com o município, a intenção é que nas próximas semanas seja testada a grande maioria, se não todo o universo de elementos dos lares do concelho, totalizando 775 pessoas, entre 542 utentes e 233 funcionários, incluindo os colaboradores do serviço de apoio domiciliário que estão em contacto com idosos.
Esta ação de despiste nos lares do concelho conta com o apoio financeiro das empresas do Complexo Químico de Estarreja e do Rotary Club local, no montante global de 40 mil euros.
O Centro Hospitalar do Baixo Vouga também irá avançar com um conjunto de testes de amostragem e despiste em alguns dos utentes do lar do Centro Social e Paroquial Santa Marinha de Avanca.
No fim de semana, a câmara decidiu avançar com a realização de 40 testes neste lar depois de uma funcionária administrativa ter sido diagnosticada com covid-19, tendo os resultados sido negativos.
Antes deste caso, a autarquia já tinha assumido a realização de testes no lar da Associação Vida Nova, de Pardilhó, onde morreram duas pessoas, que permitiram diagnosticar 26 casos de covid-19.
Ontem foi dada continuidade à realização de testes a funcionários, antes da rotatividade das equipas de trabalho, no Centro Paroquial de Avanca e na Associação Humanitária de Salreu, devendo esta ação prosseguir na quarta-feira na Fundação do Cónego Filipe de Figueiredo.
Ao longo desta semana, segundo a câmara, decorrerão testes na Santa Casa da Misericórdia de Estarreja, Associação da Quinta do Resende e Centro Paroquial e de Assistência da Freguesia de Pardilhó. Seguir-se-ão a Associação Filantrópica Veirense e o lar privado Estrela Confiante.