Calor antecipa colheita da maçã de montanha em Armamar

A apanha da maçã de montanha começou este ano cerca de 15 dias mais cedo em Armamar devido ao calor, disse à agência Lusa o presidente da associação de fruticultores deste concelho do distrito de Viseu.

“Iniciou-se a apanha da maçã há uma semana. Já tem os açúcares normais, as pevides já estão pretas e a análise feita aponta para apanhar determinadas variedades, como é o caso da Royal Gala”, explicou José Osório.

Segundo José Osório, o responsável pela antecipação da colheita é o calor que, logo em abril, fez com que “as maçãs se desenvolvessem mais cedo”.

“Na semana passada o calor foi terrível e abril também foi muito quente”, frisou o dirigente, contando que, num ano normal, “começava-se a apanha no dia 05 ou no dia 08” de setembro.

Devido ao calor registado na semana passada, algumas maçãs ficaram queimadas: “Essas nem entram nas arcas frigoríficas, vão para concentrado”.

Ainda não é possível apurar a percentagem, mas, segundo José Osório, “numa árvore aparecem sempre três ou quatro quilos que ficam queimados, daquelas maçãs que estão mais expostas ao sol”.

No entanto, o presidente da Associação de Fruticultores de Armamar considerou que não deverá haver grandes quebras na produção comparativamente a outros anos.

“O calor não nos beneficia muito, porque a maçã fica um bocadinho mais leve, mas devemos ter cerca de 80 mil toneladas”, afirmou o responsável, garantindo que “não faltará maçã no mercado”.

Para isso contribuiu o facto de a produção não ter sido afetada nem pela seca, nem pelo granizo.

“Não tivemos problemas com a seca. Grande parte dos agricultores tem charcas e outros regam através de uma barragem agrícola e a água é suficiente”, explicou.

Contrariamente ao que aconteceu noutras zonas do país, os pomares do concelho de Armamar também não foram afetados pelo granizo, um problema que foi resolvido com “canhões antigranizo”, acrescentou.

A colheita da maçã em Armamar deverá estender-se por mais dois meses, com a apanha das restantes variedades.

Conhecido como a Capital da Maçã de Montanha, o concelho de Armamar é um dos maiores produtores nacionais deste fruto, que representa uma importante fonte de rendimento da população.

A Associação de Fruticultores de Armamar tem mais de 200 associados, que produzem cerca de 80 mil toneladas de maçã num ano normal.

Partilhar
Autor
Picture of Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu
2
Rossio Viseu
Prejuízo de 1,5 ME nos transportes públicos leva Câmara de Viseu a abrir concurso
3
espetáculo teatro
Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu
4
pexels-boom-12585940
Jornalistas desportivos distinguem Carlos Lopes por mérito internacional

Artigos relacionados

Visita e protocolo Recreio 1
bottle-2032980_1280
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Prémio Heathy 3
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Procurar
Últimas notícias
Visita e protocolo Recreio 1
Câmara de Tondela apoia obras em edifício que acolherá creche no Caramulo
bottle-2032980_1280
Município de Lamego melhora desempenho das estações de tratamento de água
thomas-thompson-KEWVZAwkLxQ-unsplash
Associação do Dão lança projeto turístico que permite experiências rurais
Académico_de_Viseu
Rui Ferreira é o novo treinador do Académico de Viseu