BE defende manutenção de isenção de taxas aos feirantes em Viseu

211

A cabeça de lista do BE à Câmara de Viseu, Manuela Antunes, defendeu hoje que deve ser mantida a isenção de taxas aos feirantes, pelo menos durante mais um ano.

Durante uma ação de campanha na feira semanal de Viseu, Manuela Antunes ouviu lamentos de feirantes sobre a sua situação financeira, que se complicou devido à pandemia de covid-19.

Como “a pandemia vai ter efeitos a médio e longo prazo”, Manuela Antunes disse que o executivo camarário, liderado pelo PSD, deveria “dar uma margem de manobra para estabilizar a vida das pessoas”.

“Pelo menos mais um ano, não era por aí que a Câmara iria ter problemas financeiros, de certeza absoluta”, frisou, em declarações à agência Lusa.

A candidata bloquista lembrou que os feirantes “estiveram sem trabalhar durante muito tempo” e que este tipo de ajuda poderá contribuir para que “tenham uma vida estável e com dignidade”.

Manuel Antunes admitiu que hoje, ao deparar-se com “feirantes desanimados e poucos compradores”, se sentiu incomodada por andar a fazer campanha na feira e não comprar nada.

“Viemos fazer campanha, mas até nos sentimos um pouco mais constrangidos por isso mesmo, porque as pessoas precisam é de negócio, precisam é que as suas vidas andem para a frente e o dinheiro é fundamental”, frisou, considerando que o desânimo se via nos rostos, apesar de estarem tapados com as máscaras.

Manuela Antunes é a única mulher a disputar a presidência da Câmara de Viseu. Terá de defrontar Fernando Ruas (PSD), João Azevedo (PS), Nuno Correia da Silva (CDS-PP), Francisco Almeida (CDU), Pedro Calheiros (Chega), Fernando Figueiredo (Iniciativa Liberal) e Diogo Chiquelho (PAN).

A Câmara do PSD é liderada pelo PSD e as eleições realizam-se no dia 26.