BANDA DO FILME VARIAÇÕES ARRECADA OS PRÉMIOS SOPHIA PARA MELHOR BANDA SONORA E MELHOR CANÇÃO

183

Foi na passada quinta-feira que “Variações” continuou a firmar o seu trajecto de grande sucesso, depois de bater todos os recordes de bilheteira em 2019.

O filme do realizador João Maia venceu 7 estatuetas na edição deste ano dos Prémios Sophia, entre as quais as de Melhor Banda Sonora e Melhor Canção Original“Quero Dar nas Vistas” [letra de António Variações, música de Balla (Armando Teixeira) e interpretação de Sérgio Praia] e, claro, a de Melhor Actor Principal para a extraordinária interpretação de Sérgio Praia.

O reconhecimento do trabalho da Banda do Filme “Variações” (formada para gravar a banda sonora do filme), comprova não só o surpreendente desempenho de Sérgio Praia como cantor e interprete, mas também o talento inequívoco do músico, compositor e produtor Armando Teixeira, responsável pelos arranjos e composição da Banda Sonora. Com o empenho dos músicos Duarte Cabaça, David Santos, Vasco Duarte e de Sérgio Praia, o mentor dos Balla foi capaz de dar nova vida às composições que haviam sido registadas de forma amadora em cassete por António Variações.

‘Toma o Comprimido’, ‘Teia’, ‘Perdi a Memória’, ‘Canção do Engate’ e o agora distinguido ‘Quero dar nas vistas’ – um inédito encontrado no espólio de António Variações – são apenas alguns dos temas que compõem a Banda Sonora do filme e que têm vida prolongada em espectáculos ímpares de celebração das canções do mítico artista que ligou Nova Iorque a Braga.

PRÉMIOS SOPHIA PARA “VARIAÇÕES”

Melhor Actor: Sérgio Praia

Melhor Actor Secundário: Filipe Duarte

Melhor Banda Sonora Original: Armando Teixeira, por Variações

Melhor Canção Original: “Quero dar nas Vistas” (letra de António Variações, interpretação de Sérgio Praia e música de Balla)

Melhor Som: Branko Neskov, Nuno Bento e Tiago Raposinho

Melhor Guarda-Roupa: Patrícia Dória

Melhor Maquilhagem e Cabelos: Magali Santana e Gena Ramos