Autarca de Castro Daire pede celeridade na requalificação da EN225

1055

O presidente da Câmara de Castro Daire pediu ontem ao Governo celeridade na aprovação do projeto de requalificação da Estrada Nacional 225 (EN225) que se encontra no Ministério das Finanças.

“Coesão territorial é também acessibilidades e neste campo, a Estrada Nacional 225 nas margens do Rio Paiva, apresenta um estado lastimável, cuja requalificação está a aguardar a aprovação na portaria de extensão de encargos, por parte do Ministério das Finanças, há mais de um ano”, disse Paulo Almeida.

O presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, concelho a norte do distrito de Viseu, deixou hoje este “repto e este pedido” à secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, afeta ao Ministério da Coesão Territorial, na cerimónia de apresentação de um novo portal do concelho com oito pacotes turísticos.

A EN225, explicou o autarca, passa junto ao Rio Paiva, um dos locais que faz parte das “três âncoras” do portal “visitcastrodaire” que também assenta na Serra do Montemuro e nas Termas do Carvalhal.

A secretária de Estado, que elogiou a autarquia na apresentação do portal e nas parcerias criadas com os privados para atrair pessoas ao concelho, disse à agência Lusa, no final da sessão, que vai transmitir a mensagem ao Ministério.

“Farei, como em todos os territórios por onde passo, sobre as mais diversas matérias, uma vez que a coesão territorial, a valorização do interior não é setorial, é transversal, e matérias que não estejam sob a nossa tutela, certamente que farei e transmitirei essa mensagem”, prometeu.

Isabel Ferreira acrescentou que, “aquilo que os territórios exigem, determinadas infraestruturas, ou seja o que for, é porque sentem essa necessidade” e “estar no Governo” é estabelecer prioridades, “porque os recursos não são ilimitados”.

O troço em causa, com “trinta e muitos quilómetros” no concelho de Castro Daire, faz parte de uma estrada nacional que liga o município a Arouca, no distrito de Aveiro, e que tem sido alvo de reuniões com governantes e grupos parlamentares, disse o presidente da Câmara.

A EN225 também já foi alvo de uma petição que foi a debate na Assembleia da República, devido ao “estado paupérrimo do pavimento, fruto de décadas sem qualquer requalificação de fundo”, uma vez que “nos últimos anos tem sido a tapar buracos e outras situações básicas como limpeza de barreiras”, sublinhou Paulo Almeida.

 

 

 

 

Foto : Mundo Portugues