Assembleia Municipal de Viseu contesta atraso nas obras da Linha da Beira Alta

A Assembleia Municipal de Viseu aprovou hoje por unanimidade uma moção de repúdio, apresentada pelo Bloco de Esquerda (BE), pelos atrasos nas obras de requalificação da Linha da Beira Alta.

“A persistência destes atrasos põe em causa o combate às alterações climáticas, através do investimento na ferrovia como solução prioritária de mobilidade, e a coesão territorial”, defendeu a deputada do BE, Carolina Gomes.

A reabertura da Linha da Beira Alta “no imediato”, segundo a deputada, “é a única forma de o concelho estar perto da rede ferroviária nacional” e, para isso, “é necessário avançar com um serviço de autocarro que ligue Viseu à estação de Mangualde em todos os horários que vierem a ser disponibilizados nesta linha”.

Na moção, a deputada considerou que “cada dia sem a devida requalificação e reativação” dessa linha ferroviária faz crescer o número de “passageiros que se perdem para o transporte individual e habitantes que o interior perde para as grandes áreas metropolitanas”.

Segundo o documento, as obras arrancaram em 2019, “ano em que deveria ter ficado concluída, segundo o cronograma inicial do Ferrovia 2020”.

Em abril de 2022, foi suspensa a circulação “por um período estimado de nove meses” e “agora já se sabe que estará encerrada, pelo menos, até final do primeiro semestre de 2024”, apontou Carolina Gomes.

O deputado social-democrata Pedro Alves defendeu que o serviço de autocarro para ligar Mangualde a Viseu, apresentado pela deputada bloquista, deve ser “estudado para ver se é Mangualde, Nelas, Carregal do Sal ou Santa Comba Dão”.

“Que a cidade tenha acesso regular ao comboio e que a responsabilidade do pagamento não seja dos viseenses, uma vez que nas grandes áreas metropolitanos os transportes públicos são praticamente gratuitos com passes muito convidativos”, argumentou.

O deputado socialista João Paulo Rebelo assumiu que “o PS não tem qualquer problema em votar favoravelmente” a moção apresentada pelo BE e disse “concordar que a ligação ferroviária tem de ser efetivada”.

“Como se costuma dizer, mais vale tarde do que nunca. Esta obra representa, provavelmente, o maior investimento público alguma vez feito em todos os tempos nesta região. São centenas de milhões de euros que estão em execução, sim, com atraso e, por isso, votamos a favor”, disse.

O presidente da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, disse que “a Linha da Beira Alta é tão importante para a região como a A1”, autoestrada que liga Lisboa e Porto.

“A linha tem de chegar a Espanha, mas curiosamente na região a que pertencemos só passa em quatro concelhos da CIM [Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões]. No de Viseu não passa”, destacou.

Fernando Ruas concordou que “é o maior investimento feito na região, claro que é, mas é para o país como são as autoestradas, porque é preciso ligar Lisboa ao Porto e em algum lado têm de passar”.

“É como o comboio que tem de chegar a Espanha, mas não é a mesma coisa que a linha que reivindicamos entre Aveiro-Viseu-Mangualde-Guarda”, defendeu.

Partilhar
Autor
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu
Notícias de Viseu é um órgão de informação regionalista, independente, livre de influências políticas, económicas, religiosas ou quaisquer outras, votado à prática de uma informação cuidada, verdadeira e objetiva.

Novidades

1
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
2
Viseu
Centro histórico de Viseu sem carros ao fim de semana até setembro
3
urgências médico hospital
Hospital de Viseu com central de esterilização informatizada
4
Académico_de_Viseu
Mafra vence Académico em Viseu com um golo de Falé

Artigos relacionados

pexels-pixabay-47730
CINFAES
santa comba dão
Oliveira de Frades Rockfest
Entre em contacto

+351 232 087 050
*Chamada para rede fixa nacional

geral@noticiasdeviseu.com
publicidade@noticiasdeviseu.com

Avenida do Convento nº 1, Complexo Conventurispress, Orgens 3510-674 Viseu

Subscrever Newsletter
Fique por dentro das últimas novidades e conteúdo exclusivo.
Procurar
Últimas notícias
pexels-pixabay-47730
Quase 100 pessoas impedidas de entrar em recintos desportivos em 2024 – APCVD
Acidente carro
Colisão entre motociclo e veículo ligeiro em Viseu provoca uma vítima mortal
CINFAES
Câmara de Cinfães atribui mais de 100 mil euros em 216 bolsas de estudo
santa comba dão
Autarca de Santa Comba Dão considera que “há outras maneiras” de celebrar democracia