Apresentação oficial da ARS – Art and Science Research Structure

211

Irá realizar-se, no dia 6 de maio, quinta-feira, à 9h30, no Casino Fundanense, a apresentação da ARS – Art and Science Research Structure, seguida do primeiro Seminário do Conselho da ARS e apresentação dos projetos Seminário Zero e Projecto Bosques.

 

A ARS trata-se de um Projeto de Investigação em Arte e Ciência que se instala na Região das Beiras e Serra da Estrela, numa “estrutura de investigação multidisciplinar que origina o encontro de gente – com foco na emergência artística e científica – empenhada em pensar e agir, integrando transversalmente experiências e conhecimentos em diversas áreas do saber”.

 

A ação do projeto passa essencialmente pela realização de atividades nos domínios da criação e investigação artística e científica, aprendizagem, inovação social e capacitação de públicos. Irá acolher projetos de carácter inovador que revelem ligações da Cultura-Património com a criatividade e contemporaneidade, e promove ainda práticas democráticas e de cidadania ligadas à cultura, expressando a abrangência de toda a realidade cultural do território, com especial atenção das populações rurais.

 

A estrutura é constituída por cinco unidades de investigação especializadas, numa parceria construída com os municípios do Fundão, Guarda, Belmonte e Celorico da Beira.

 

O Seminário, organizado pela Associação Luzlinar e o Município do Fundão, será presidido por Suzana Menezes, Diretora Regional de Cultura do Centro, e conta com a participação de investigadores(as) nacionais e internacionais, nomeadamente Rita Cachão (Univ. Plymouth), Anabela Dinis (Univ. Beira Interior), Helena Elias (VICARTE – FBAUL), Manuel Ambrosio Sánchez Sánchez (Univ. Salamanca), Júlio da Silva (DTK – Oslo), Humberto Martins (UTAD / CRIA-UMinho), João Paulo Fidalgo (Diretor Científico do projeto ARS) e Pedro Gadanho (Diretor Executivo Guarda 2027).

 

O programa integra ainda a inauguração de duas exposições: “Micro Ressonâncias – Drum Stick Grip” do artista João Pimenta Gomes, no Espaço Pontes, e “ili. mi. tâncias.” da artista Francisca Veiga, no Espaço Biblos.

 

A iniciativa irá decorrer de acordo com as indicações das Autoridades de Saúde, mas, dadas as restrições impostas pela atual situação pandémica, o evento irá ter transmissão online através da página de facebook do Projecto Pontes (https://www.facebook.com/projectopontes).

 

Poderá obter mais informações através do e-mail comunicação@luzlinar.org ou do contacto telefónico 913 825 595.