Apresentação dos novos rodízios do Moinho da Tia Micas Moleira, em Vildemoinhos

271

Projeto financiado pela linha “Revitalizar”, do VISEU CULTURA, mantém viva a arte de confeção da Broa Trambela

 Dia 28 de junho, pelas 17 horas, apresentação dos novos rodízios do antigo Moinho da Tia Micas Moleira, na localidade de Vildemoinhos.

O projeto, intitulado “Um Moinho em Terra de Moinhos”, é dinamizado por Firmino Toipa e conta com o selo do programa municipal VISEU CULTURA 2020/2021, no âmbito da linha “Revitalizar”, sendo financiado por este em 9 mil euros.

Localizado junto ao Rio Pavia, no coração de Vildemoinhos, o Moinho da Tia Micas Moleira constitui o legado de três gerações da família de Firmino Toipa que, em 1998, decidiu recuperar e reabrir este ecomuseu de tradição e lavoura à comunidade, homenageando todos os moleiros e padeiras da sua terra, que durante anos – e até aos dias de hoje -, mantêm vivo um dos ícones gastronómicos de Viseu: a Broa Trambela.

Com o passar dos anos, os rodízios de madeira – a força motriz que dá “vida” ao moinho e faz trabalhar a mó – sofreram um desgaste significativo, sendo agora substituídos por dois novos, que permitirão dar continuidade a este projeto de valorização da cultura popular e tradicional de Vildemoinhos.

O projeto “Um Moinho em Terra de Moinhos”, para além da sua componente mais técnica, assente na requalificação destas peças indispensáveis ao funcionamento do moinho, pretende também consolidar a sua vertente pedagógica, didática e artística, reforçando os laços de cooperação com a Quinta da Cruz – Centro de Arte Contemporânea, com as Escolas, as Associações, mas também com os viseenses, visitantes e turistas, proporcionando uma experiência ainda mais completa e imersiva ao espaço, que guarda importantes artefactos desta arte trambela.

O objetivo passa por valorizar os objetos, as histórias, os ciclos e técnicas associados ao moinho e à confeção da broa, apostando em novas formas de comunicação, interação e partilha com a comunidade, quer através de visitas regulares como ações educativas ou outras iniciativas em dias temáticos.

Integram também a equipa técnica e artística deste projeto o marceneiro José Machado e a designer viseense Raquel Balsa.